Topo

Neymar joga com o pai, "apela" e faz 4 gols em amistoso de Alexandre Pires

Neymar comemora gol em amistoso beneficente em Uberlândia - reprodução/SporTV
Neymar comemora gol em amistoso beneficente em Uberlândia Imagem: reprodução/SporTV
do UOL

Do UOL, em São Paulo

26/12/2018 21h28

Neymar encontrou o "carinho da torcida" nesta quarta (26), em Uberlândia (MG), em jogo beneficente promovido pelos irmãos e músicos Fernando e Alexandre Pires. O craque do Paris Saint-Germain ficou no time azul, o mesmo de seu pai, e fez quatro gols, empatando por 10 a 10 com o time de Vinícius Júnior.

Os três gols do time azul foram feitos por Neymar, que deu assistência para o anfitrião Alexandre fazer o quarto. Pela equipe vermelha, quem marcou foi Vinícius Júnior (duas vezes), Fernando Pires e Falcão, ídolo do futsal brasileiro que acaba de se aposentar.

Ainda exibindo o penteado estilo rastafári, Neymar foi ovacionado pelo público na partida que recebeu 30 mil pessoas e arrecadou 120 toneladas de alimento, recorde nas 18 edições do amistoso. Depois de Fernando Pires abrir o placar, o atacante carregou a bola até a pequena área e empatou.

Em determinado momento, a marcação sobre Neymar foi realizada por Kaká e Elano, que tentavam antever os movimentos do camisa 10 do time azul. Mas não teve jeito ou estratégia para barrá-lo, mesmo em ritmo de festa.

Pouco depois, o craque tirou a bola do goleiro, olhou para o lado e tocou de calcanhar para a rede. O terceiro gol do time azul também foi de Neymar, com novo drible sobre o arqueiro adversário - Roberval sofreu com Neymar em Uberlândia.

Solidário, o astro segurou a bola no pé por um tempo para que pudesse ser garçom de um dos anfitriões. Como Fernando Pires já tinha marcado pela equipe rival, Alexandre não decepcionou e aproveitou bem o presente de Neymar.

O camisa 10 da seleção brasileira tentou fazer o mesmo com Denilson, mas o apresentador finalizou de chapa e viu o goleiro Roberval espalmar. No rebote, Neymar fez graça com um elástico e perdeu a posse da bola.

O festivo ritmo pós-natalino limitou Neymar em algumas jogadas, como na falha tentativa de tabela com o palmeirense Lucas Lima, mas os atletas se divertiram sem grandes riscos ou comprometimentos físicos.

Neymar não estava só. O outro lado tinha Vinícius Júnior, promissor jogador do Real Madrid, que não decepcionou: entortou Neto Caixeta com belos dribles e fez um golaço para a equipe vermelha. Posteriormente, fez outro com chute de longa distância.

Antes disso, o ex-flamenguista já havia cruzado com categoria para Falcão, que finalizou em cima do goleiro. Porém, o ídolo do futsal compensou depois ao emendar um belo voleio em cruzamento do ex-lateral Roberto Carlos.

No segundo tempo, o pai de Neymar entrou no lugar do zagueiro Fábio Luciano para jogar ao lado do filho. Os dois trocaram alguns passes, e o atacante do PSG o procurou a todo momento em campo, dando até uma assistência para o gol do parente.

Roberto Carlos balançou as redes em chute forte, e Amaral chegou a reclamar que a bola teria entrado por fora. De brincadeira, o árbitro Sandro Meira Ricci pegou os fones do repórter do SporTV e consultou a equipe de transmissão, que informou que o gol havia sido legal. 

Neymar ainda faria o seu quarto gol no jogo na etapa final. O jogador foi embora aos 30 do segundo tempo, quando seu time perdia por 9 a 8. Lucas Lima e Dante, do time do atacante, Falcão, da equipe adversária, ainda fariam os gols que deram números finais à partida.

Esporte