PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

Silvia Abravanel sentiu medo de deixar filhas e conta com o apoio de Silvio

Silvia Abravanel fala sobre ter superado a covid-19 - Reprodução / Instagram
Silvia Abravanel fala sobre ter superado a covid-19 Imagem: Reprodução / Instagram
do UOL

Do UOL, em São Paulo

14/04/2021 14h17

O maior medo que Silvia Abravanel teve que enfrentar ao ser internada por complicações da covid-19 foi o de "abandonar" as filhas, Amanda (15 anos) e Luana (23 anos), caso a doença de agravasse e ela não resistisse.

Abriu um buraco gigante embaixo dos meus pés. O maior medo da minha vida, exatamente pelas minhas filhas. O medo de me acontecer alguma coisa e deixar elas sem a minha proteção. Chorei muito."
Silvia Abravanel à Marie Claire

A apresentadora, que hoje está em plena recuperação, ainda disse que contou com o apoio incondicional da família — incluindo Silvio Santos, o seu pai, que gosta de saber de cada passo do tratamento da filha.

"Todos os dias minhas irmãs falam comigo, passo o boletim diário", brincou ela. "Meus pais me ligam e falamos sobre coisas engraçadas — além, claro, do meu pai curioso, que quer saber tudo sobre cada dia, cada procedimento. Ele é um fofo mesmo".

Silvio Santos e a filha, Silvia Abravanel, em programa do SBT - Reprodução/SBT - Reprodução/SBT
Silvio Santos e a filha, Silvia Abravanel, em programa do SBT
Imagem: Reprodução/SBT

Conselho aos jovens

Contando a sua experiência com a doença, Silvia disse que inicialmente monitorou os sintomas em casa. Enquanto as duas filhas, que também foram infectadas, não tiveram problemas maiores, ela acordou um dia sentindo muita falta de ar.

"Não é uma doença de um dia de cada vez, e sim de uma hora de cada vez. Tudo muda em minutos no seu organismo, você não tem o controle de absolutamente nada e, quando vê, talvez possa ser tarde demais", comentou.

Por isso, ela gostaria de mandar um recado e um conselho aos jovens do Brasil, que estão sendo internados em maior proporção por causa da covid-19.

[Quero] tentar enfiar no coração deles -- não na cabeça, porque nem entra mais nada -- que eles podem nos ajudar a realmente parar com esse vírus, obedecendo e respeitando a Deus, aos seus familiares, aos profissionais da saúde e às leis impostas pelo governo para conseguirmos vencer essa batalha."
Silvia Abravanel dá conselho sobre coronavírus

Entretenimento