PUBLICIDADE
Topo

Djokovic doa US$ 1,1 milhão para ajudar Sérvia no combate ao coronavírus

Novak Djokovic na final do Australian Open 2020 - Reuters
Novak Djokovic na final do Australian Open 2020 Imagem: Reuters
do UOL

Do UOL, em São Paulo

27/03/2020 11h53

O tenista Novak Djokovic doou cerca de US$ 1,1 milhão, o equivalente a R$ 5,6 milhões, para ajudar a Sérvia, seu país natal, no combate ao novo coronavírus.

O dinheiro doado por ele ajudará a comprar ventiladores e equipamentos médicos para o país, que registra mais de 500 casos confirmados de covid-19.

"Desejo expressar minha gratidão a toda a equipe médica do mundo e da Sérvia, minha terra natal, por ajudar todos os infectados pelo coronavírus", disse o astro do tênis, de 32 anos.

"Infelizmente, mais e mais pessoas estão sendo infectadas todos os dias. Minha esposa Jelena e eu estamos elaborando um plano de como doar melhor nossos recursos para as pessoas necessitadas", acrescentou.

Roger Federer também doou cerca de US$ 1 milhão para apoiar as famílias mais vulneráveis da Suíça, seu país natal. "Estes são tempos desafiadores para todos e ninguém deve ficar para trás", disse o tenista.

Esporte