Topo

"Opinião diferente não é inveja", diz Zé Elias sobre técnicos brasileiros

Zé Elias - Reprodução
Zé Elias Imagem: Reprodução
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/11/2019 20h44

Na edição de hoje (19) do Futebol na Veia, Zé Elias causou polêmica ao comentar as declarações de Jorge Jesus após o jogo do Flamengo contra o Grêmio, quando o treinador rubro-negro criticou o tratamento que tem recebido de seus colegas de profissão no Brasil. O comentarista entende que não há incômodo ou inveja por parte dos técnicos brasileiros, apenas diferenças de opinião.

O comentário de Zé Elias foi logo após o apresentador William Tavares dizer que Jorge Jesus tem causado incômodo e até inveja em alguns treinadores brasileiros.

"Ter uma opinião diferente não é inveja, não é estar incomodado. Os treinadores brasileiros estão defendendo suas opiniões. Isso não quer dizer que se sentem incomodados ou têm inveja do Jorge Jesus. Eu discordo do Paulo Calçade aqui no programa e não tenho inveja dele", declarou Zé Elias.

O ex-jogador também apontou que Vanderlei Luxemburgo, durante mais tempo, já aplicou em seus times um conceito parecido com o que vem sendo aplicado por Jorge Jesus no Flamengo, porém, com menos intensidade.

"O que o Jorge Jesus está fazendo no Flamengo, o Vanderlei Luxemburgo já fez no Palmeiras, no Corinthians, no Santos e no Cruzeiro nos anos 1990 e 2000. [...] E ele ficou muito mais tempo no auge. São trinta anos sendo considerado um técnico de ponta, que ganha os maiores salários. O Flamengo tem mais intensidade que aqueles times, o futebol exige isso, mas a maneira de jogar não é nova. O Corinthians em que eu joguei em 1994 também jogava em um 4-4-2, com o Marques e o Viola na frente, de um jeito muito parecido com o que o Flamengo está jogando", complementou.

As declarações de Zé Elias despertaram reações - na maior parte negativas - dos telespectadores, que foram à web se manifestar. No Twitter, o nome do comentarista chegou a ser um dos assuntos mais comentados.

Esporte