Topo

"O Inter merece esta vaga na Libertadores", diz Zé Ricardo em apresentação

Zé Ricardo é apresentado como técnico do Internacional até o fim do ano - Marinho Saldanha/UOL
Zé Ricardo é apresentado como técnico do Internacional até o fim do ano Imagem: Marinho Saldanha/UOL
do UOL

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

22/10/2019 13h07

Apresentado pelo Inter, Zé Ricardo disse que o time merece esta vaga na Libertadores, definida como seu objetivo nas 11 rodadas restantes do Brasileiro. Em tom de continuidade, o treinador explicou que tem esperança de seguir no comando adiante do contrato estabelecido, mas não fez projeções a longo prazo.

"Toda vez que se tem um trabalho pela frente, principalmente no futebol, há riscos e possibilidades. Optei pela possibilidade. O Internacional é um clube que prospecta qualquer profissional. Eu tenho um grande desafio. Vamos trabalhar todos os minutos até dia 8 de dezembro para conquistar este objetivo, que é a vaga na Libertadores. E o futuro a Deus pertence. Os homens planejam e Deus apenas sorri. Se tiver que acontecer algo no fim do ano, que aconteça. O que eu não poderia era perder a oportunidade de trabalhar no Internacional", disse o treinador.

Zé Ricardo foi anunciado ontem com vínculo até o fim desta temporada. A negociação ocorreu após o Colorado procurar o técnico Eduardo Coudet, do Racing, que não aceitou assumir o time imediatamente, mas deixou aberta a possibilidade de voltar a negociar para o ano que vem.

"Me sinto extremamente lisonjeado e envaidecido, porque independente de nomes ou que a imprensa ou a direção ir atrás, todos são grandes treinadores. Estar também no meio destes grandes nomes e me faz sentir envaidecido, nem sei se mereço tudo isso. Hoje sou um privilegiado de vestir essa camisa", completou.

Uma das primeiras atribuições, na avaliação de Zé Ricardo, será recuperar a moral dos jogadores. Depois da derrota na final da Copa do Brasil, o rendimento oscilou bastante, e reaver os melhores momentos é o alvo inicial.

"É um ponto que precisa ser trabalhado: não é fácil perder uma competição que o Inter vinha muito bem, e acabou derrotado na final. O grupo tem todo este potencial e uma das razões que me fez aceitar a missão é saber que tem este potencial no grupo. Certamente conseguimos visualizar um final de ano, e o Internacional merece essa vaga na Libertadores. Não será de graça e ninguém vai facilitar nada. É recuperar este grupo e a partir de amanhã vamos trabalhar esta situação", explicou.

Zé Ricardo comandará o treinamento de amanhã e estreia no sábado, contra o Bahia.

Esporte