Topo

Barroca diz que discussão entre jogadores do Botafogo foi "coisa de jogo"

do UOL

Do UOL, em São Paulo

17/08/2019 19h58

Corinthians e Botafogo se enfrentaram hoje (17) pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, e o time carioca não conseguiu incomodar o time da casa, perdendo por 2 a 0. A partida contou com uma discussão em campo entre dois jogadores do Fogão: Gilson e Cícero se estranharam e os companheiros precisaram separar o tumulto. Em entrevista coletiva, o técnico Eduardo Barroca colocou panos quentes na situação.

"Os jogadores se cobraram em uma situação específica de jogo. Está tudo resolvido. Coisa de jogo, realmente. Precisamos tirar as lições coletivas e individuais do jogo de hoje para levar como solução pro próximo jogo", disse Barroca.

Gilson e Cícero passaram pela zona mista na Arena Corinthians e não conversaram com os jornalistas, indo direto para o ônibus da equipe, que deixou o estádio rumo ao aeroporto, onde pega voo de volta para o Rio de Janeiro.

O treinador botafoguense comentou sobre a derrota para o Corinthians, que dominou o duelo e marcou com Boselli e Everaldo. "Tivemos dificuldades no jogo de transição do Corinthians, apesar de mais posse de bola. O time não conseguiu progredir. Tivemos dificuldades no segundo tempo, volume maior do Corinthians. Se a gente fosse pro intervalo com o empate seria melhor. Corinthians teve mérito", avaliou o treinador.

Com 22 pontos, o Botafogo ocupa a nona colocação do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, a equipe enfrenta a Chapecoense, na segunda-feira (26), no Engenhão.

Mais Esporte