Topo

Duelo entre River e Cruzeiro já teve o mesmo jogo valendo por dois torneios

River Plate e Cruzeiro começam a decidir hoje uma vaga para as quartas da Libertadores. Último confronto foi em 2015 - REUTERS/Ueslei Marcelino
River Plate e Cruzeiro começam a decidir hoje uma vaga para as quartas da Libertadores. Último confronto foi em 2015 Imagem: REUTERS/Ueslei Marcelino
do UOL

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

23/07/2019 04h00

River Plate e Cruzeiro começam hoje a decidir uma das vagas para as quartas de final da Copa Libertadores. As equipes, que juntas conquistaram seis títulos do torneio, já protagonizaram grandes duelos seja nessa ou em outras competições internacionais. Há quase 20 anos, um desses encontros foi um pouco atípico, e valeu pela Recopa Sul-Americana e Copa Mercosul ao mesmo tempo.

Campeão da Libertadores de 1997, o Cruzeiro deveria enfrentar o River Plate, campeão da Supercopa Sul-Americana, em jogo válido pela Recopa. Acontece que vários problemas, passando pela falta de patrocínios e de datas, fizeram com que a decisão fosse jogada somente em 1999. E isso só aconteceu porque as equipes voltaram a se encontrar pela Copa Mercosul.

Na época, a solução que a Conmebol encontrou para fazer a final da Recopa foi aproveitar o confronto pelo grupo A da Copa Mercosul. Priorizando o campeonato argentino, os 'Millonarios' entraram com a equipe mista e perderam tanto no Monumental de Núñez (2 a 0) quanto no Mineirão (3 a 0). Assim, as duas vitórias ajudaram o Cruzeiro a seguir adiante em um torneio (seria eliminado nas quartas da Mercosul, para o Palmeiras) ao mesmo tempo que levou a taça da Recopa Sul-Americana para Belo Horizonte.

Histórico favorável, mas última lembrança amarga

Além de outras partidas pela Recopa, Mercosul e Supercopa, River Plate e Cruzeiro já se enfrentaram por 13 vezes em jogos apenas da Libertadores. O Cruzeiro levou a melhor em nove oportunidades, inclusive na mais importante delas, que valeu o título de 1976. Como cada equipe venceu em sua casa, um terceiro duelo foi jogado em Santiago, no Chile, e terminou com a vitória e o primeiro título celeste.

Já o último confronto terminou mal para os mineiros. Após um triunfo simples na Argentina, o Cruzeiro foi para a segunda partida com boas condições de passar, mas caiu por 3 a 0 dentro do Mineirão, sendo eliminado para o River de Gallardo que ficaria com a taça em 2015.

Para o jogo de hoje, às 19h15 (de Brasília), Mano Menezes não terá o atacante Fred à disposição. Embora tenha perdido o posto de titular, o centroavante é o artilheiro do time na temporada, mas sequer viajou por causa de uma labirintite. No River, o ataque também está indefinido. Mesmo recuperado de uma lesão na parte inferior da coluna, Lucas Pratto ainda não está 100% e pode começar a partida no banco de reservas.

RIVER PLATE-ARG x CRUZEIRO

Motivo: oitavas de final, Copa Libertadores (ida)
Data/Hora: 23/07/2019, às 19h15 (de Brasília)
Local: Monumental de Núñez, em Buenos Aires (ARG)
Árbitro: Julio Bascuñan (CHI)
VAR: Piero Maza (CHI)

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Martínez Quarta, Pinola, Angileri; Nacho Fernández, De La Cruz, Enzo Pérez, Palacios; Álvarez (Lucas Pratto) e Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo.

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela (Lucas Romero), Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Ariel Cabral; Thiago Neves, Robinho, Marquinhos Gabriel; Pedro Rocha. Técnico: Mano Menezes.

Mais Esporte