Topo

Shakhtar fecha acordo para contratar um dos destaques da seleção sub-20

Elvis González/EFE
Imagem: Elvis González/EFE
do UOL

Marcus Alves

Colaboração para o UOL, de Lisboa (POR)

24/01/2019 04h00

Um dos destaques do Brasil no Sul-Americano Sub-20, o meia Marcos Antônio Bahia tem acordo fechado com o Shakhtar Donestk, da Ucrânia. A princípio, o jovem jogador de 18 anos, que defende o Estoril, de Portugal, deve se apresentar ao fim da competição no Chile, mas o martelo ainda não foi batido sobre o assunto. Os valores do negócio são mantidos em sigilo.

Ao lado de Vinícius Jr., do Real Madrid, e Paulinho, do Bayer Leverkusen, Bahia, como é conhecido, surgiu muito bem na seleção sub-17 e é um dos nomes mais promissores da badalada geração 2000.

Revelado no Athletico-PR, ele "sumiu" de Curitiba no primeiro semestre do ano passado, após imbróglio envolvendo o clube e representantes da empresa OTB, que cuidam de sua carreira. Depois disso, foi flagrado treinando 'escondido' no Estoril, time mantido pelos investidores da Traffic na segunda divisão portuguesa. Ao completar a maioridade, fechou, então, contrato para ficar no país.

Elvis González/EFE
Imagem: Elvis González/EFE
Em menos de seis meses, o garoto deixou excelente impressão atuando pelo Estoril, fez a sua estreia profissional com duas assistências e foi destaque, inclusive, na surpreendente vitória sobre o tradicional Sporting, fora de casa.

Ainda inconformado com a forma com que perdeu a sua promessa, o Athletico, que diz possuir contrato de formação com ele até 2020, prometeu levar o caso para a Fifa e notificou também a CBF, conforme revelado anteriormente pelo UOL Esporte. Não houve, ainda assim, qualquer sinalização em torno de um possível ressarcimento até o momento.

No Sul-Americano Sub-20, Marcos Antônio Bahia já vem tendo até mesmo monitoramento direto por parte de pessoas ligadas ao Shakhtar, que se encontram no Chile para garimpar novos talentos.

O seu nome é uma indicação do português José Boto, que trocou o Benfica pelo Shakhtar recentemente para chefiar o departamento de 'scouting' dos ucranianos. O ex-são-paulino Marquinhos Cipriano e o ex-palmeirense Fernando desembarcaram em aposta semelhante do clube famoso por sua legião de brasileiros.

Pesa a favor da integração imediata de Bahia a situação do Estoril, que atravessa momento complicado após ser rebaixado na temporada passada, mudou de treinador e viu as suas chances de acesso serem reduzidas nas últimas semanas. Bastante elogiado por sua mobilidade, técnica e precisão no passe, ele possui como fator contra apenas a baixa estatura (1,66 m).

Ao todo, o camisa 8 da seleção sub-20 realizou seis partidas pelo time principal dos portugueses e outras cinco pela equipe de aspirantes desde agosto. 

Mais Esporte