PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Péricles diz que música lhe proporcionou respeito: 'homem negro e gordo'

Péricles durante apresentação no Estúdio UOL - Mariana Pekin/UOL
Péricles durante apresentação no Estúdio UOL Imagem: Mariana Pekin/UOL
do UOL

Do UOL, em São Paulo

14/08/2020 09h04Atualizada em 14/08/2020 10h55

Com 34 anos de carreira, Péricles acredita que foi a música que proporcionou respeito a ele. Durante uma live da GQ Brasil, o músico falou sobre sua trajetória e compartilhou algumas experiências.

"A música foi uma porta para que eu pudesse proporcionar uma vida melhor para minha família. A música me proporcionou respeito, para que eu, homem negro e gordo, pudesse chegar nos lugares", contou Péricles.

E o respeito conquistado também deve ser passado para os filhos. Pai de Lucas, o músico e a esposa, Lidiane Faria, tiveram Maria Helena no início deste ano.

"Ela vai ser uma mulher, negra, numa sociedade que não respeita ninguém. Mas ela vai ter o amor da família e espero que ela nunca esqueça isso. O mundo pode ser cruel, mas dentro de casa ela vai ter amor", disse. "O que eu ensinei para o Lucas, eu vou ensinar para ela. Todo mundo é igual e merece respeito", acrescentou.

Exaltasamba

Grupo em que o músico ficou até 2012, o Exaltasamba também marcou sua carreira. Péricles contou que o que mais faz falta é o convívio diário com os outros integrantes da banda.

"Foi tão mágico e lindo. Uma escola, um sonho para todos nós, arrebatador. Tenho saudade do convívio diário, das brincadeiras, do clima descontraído que era viver o que a gente viveu. Mas ao mesmo tempo estou muito feliz pela trajetória de cada um deles", disse.

Péricles já está em seu oitavo ano de carreira solo e disse querer continuar passando uma mensagem positiva para os fãs.

"Nossa função enquanto artistas é sempre lembrar que o romantismo é nossa bandeira", considerou.

Entretenimento