PUBLICIDADE
Topo

Modelos da Chanel desfilam em tranquilo jardim aromático de Paris

21/01/2020 14h37

PARIS (Reuters) - A Chanel transportou nesta terça-feira os convidados da Semana de Moda de Paris para um jardim cheio de ervas aromáticas, onde modelos mostraram peças em preto, branco e cinza, em um aceno ao período em que a fundadora Coco Chanel passou em um convento.

A estilista, que iniciou sua marca de roupas em 1910, passou vários anos na Abadia de Aubazine, no sudoeste da França, quando era adolescente, após a morte da mãe. Ela aprendeu a costurar no convento, administrado por freiras como orfanato.

Os trajes em preto e branco das freiras, duas cores recorrentes no repertório de Chanel e nos modelos apresentados nesta terça-feira no salão de exposições Grand Palais, em Paris, teriam inspirado a estilista.

A casa de moda francesa é um dos grandes nomes que apresentam criações únicas como parte da Semana de Moda em Paris.

A atual diretora criativa da Chanel, Virginie Viard, que sucedeu Karl Lagerfeld após sua morte no ano passado, exibiu uma série de peças abotoadas em sintonia com a decoração, enquanto As modelos passavam ao redor de uma fonte em jardim de plantas aromáticas.

Alguns trajes da coleção Primavera-Verão 2020 ecoaram os uniformes de alunas, incluindo sapatos pretos de couro com pequenas meias brancas.

A modelo Gigi Hadid apresentou um terno preto com um colarinho branco particularmente austero.

(Reportagem de Noemie Olive e Charles Platiau)

Entretenimento