Topo

Miley é criticada ao dizer que precisava ser gay por não achar bons homens

Miley Cyrus - Reprodução/Instagram
Miley Cyrus Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Do UOL, em São Paulo

21/10/2019 13h10

Durante uma sessão ao vivo no Instagram ao lado do namorado, o cantor Cody Simpson, Miley Cyrus fez um comentário sobre sua sexualidade que não agradou aos fãs.

A norte-americana contou que, após o término com Liam Hemsworth, passou por um momento de fechamento emocional, que ela ainda caracterizou como "feminista hardcore".

"Há homens bons por aí, pessoal, não desistam. Vocês não precisam ser gays, há boas pessoas que tem pênis por aí, vocês só precisam encontrá-las", comentou ainda.

"Eu sempre achei que precisava ser gay porque todos os caras eram maus, mas isso não é verdade", completou. Cyrus ainda disse que "só conheceu um" bom homem em sua vida, elogiando o atual namorado.

Anteriormente, a cantora havia se definido como pansexual em entrevistas. Falando à Vanity Fair em fevereiro, por exemplo, ela disse: "Uma grande parte do meu orgulho e da minha identidade é como uma pessoa queer. O que eu prego é: as pessoas se apaixonam por pessoas, não por um gênero".

As novas declarações de Cyrus não caíram muito bem com seus fãs. Muitos usuários no Twitter estão apontando que, intencionalmente ou não, a cantora deu a entender que mulheres lésbicas, por exemplo, gostam de outras mulheres porque homens as decepcionaram.

"De todas as pessoas que poderiam dizer isso, Miley é a última que eu esperaria que fosse capaz de invalidar mulheres queers", apontou um internauta.

"É sério que a Miley disse, em voz alta, que 'você não precisa ser gay, porque existem caras legais por aí'? Como se ser gay fosse uma escolha. Eu—", escreveu outro, sem conseguir expressar sua decepção.

Alguns apontaram, no entanto, que a declaração só pode ter sido uma piada. Além de ser abertamente pansexual, Cyrus fundou uma organização que ajuda jovens LGBTQ+ sem-teto pelos EUA.

Mesmo assim, a declaração de Miley deixou muita gente decepcionada. "Eu tenho certeza que ela estava brincando, mas ela não deveria ter dito isso, de qualquer forma", apontou uma fã.

Mais tarde, a cantora postou uma declaração na seção Stories do seu Instagram sobre a polêmica: "Eu estava falando m*rda sobre caras ruins, mas deixe-me ser clara: você não escolhe sua sexualidade. Você nasce como você é. Sempre foi minha prioridade proteger a comunidade LGBTQ da qual eu faço parte".

Entretenimento