PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro dá última cartada para evitar maior mancha de sua história

Torcida do Cruzeiro no Mineirão; time precisa vencer e contar com um tropeço do Ceará - Pedro Vale/AGIF
Torcida do Cruzeiro no Mineirão; time precisa vencer e contar com um tropeço do Ceará Imagem: Pedro Vale/AGIF
do UOL

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

08/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Cruzeiro recebe o Palmeiras no Mineirão e pode ser rebaixado pela primeira vez na história
  • Equipe celeste precisa vencer e ainda torcer para o Botafogo superar o Ceará
  • Desde sua chegada, Adilson teve dez dias para tentar dar algo a mais ao time mineiro
  • Se vier, rebaixamento fechará série de fatos negativos que cercaram o clube celeste na temporada

Depois de 37 rodadas, o Cruzeiro não conseguiu um desempenho minimamente satisfatório para deixá-lo em condição confortável neste fim de ano. Às 16h de hoje (8), a equipe recebe o Palmeiras e faz uma das partidas mais importantes de sua história, que poderá ganhar uma mancha em caso de inédito rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

A conta já está na ponta da língua de qualquer torcedor. Com 36 pontos na tabela, o Cruzeiro é obrigado a vencer o Palmeiras de qualquer maneira só para poder continuar sonhando com a permanência. Ainda precisa contar com um triunfo do Botafogo sobre o Ceará no Rio de Janeiro. Qualquer outra combinação de resultado salvará o Vozão e colocará a Raposa pela primeira vez na segunda divisão nacional.

Um dos responsáveis por tentar a difícil missão é Adilson Batista. Quarto treinador do time no ano, ele completa hoje dez dias de Cruzeiro. Nos dois primeiros jogos que fez no cargo, mexeu na escalação e no esquema tático, mas amargou duas derrotas. Desta vez, novas trocas devem acontecer - algumas por obrigação, e outras pela necessidade de criar algo novo e capaz de dar o gás que a equipe precisa.

Mas Adilson teve pouco tempo para fazer isso, já que a única atividade para trabalhar com os onze jogadores iniciais foi realizada ontem. Por meio da conversa, ele terá a missão de passar mais tranquilidade até para os mais veteranos, que não escapam da ansiedade e do nervosismo e que também têm dado sinais claros de desequilíbrio emocional nas últimas semanas.

Se vier, o rebaixamento será apenas o último capítulo de uma temporada que começou avassaladora, mas que ganhou contornos trágicos a partir de maio, começando por graves denúncias de corrupção que atingiram diretamente membros importantes da diretoria. A turbulência nos bastidores acabou respingando no plantel cruzeirense, que foi caindo de produção e tornando cada vez maior a chance de uma queda.

Agora, os poucos mais de 20 mil torcedores já garantidos para o jogo no Mineirão se apegam à esperança de ver o time fazer o que não tem conseguido nas outras inúmeras decisões que teve: balançar as redes e vencer a partida. Do contrário, terão que se preparar para uma realidade nunca vista.

Band Sports: Jogar em casa pode ser pior para o Cruzeiro, diz Marilia Ruiz

Band Sports

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO x PALMEIRAS

Motivo: 38ª rodada do Brasileirão
Data/Hora: 08/12/2019, às 16h (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Léo, Cacá e Dodô; Henrique, Éderson; Marquinhos Gabriel (Jadson), Pedro Rocha e David (Ezequiel); Fred. Técnico: Adilson Batista.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Antônio Carlos (Edu Dracena) e Diogo Barbosa; Matheus Fernandes e Bruno Henrique; Raphael Veiga, Lucas Lima e Zé Rafael (Willian); Dudu. Técnico: Andrey Lopes (interino).

Esporte