Topo

Por que nem "superarrancada" de 2018 basta ao Palmeiras por sonho do título

Palmeiras ficou 10 pontos atrás do Flamengo após empatar com o Athletico-PR - Gabriel Machado/AGIF
Palmeiras ficou 10 pontos atrás do Flamengo após empatar com o Athletico-PR Imagem: Gabriel Machado/AGIF
do UOL

Do UOL, em São Paulo

22/10/2019 12h00

O Palmeiras enfrenta uma missão quase impossível no sonho de conquistar mais uma vez o título brasileiro. Mesmo igualando sua melhor campanha da história dos pontos corridos até aqui, o Verdão está dez pontos atrás do líder Flamengo, com 11 rodadas faltando para o final. A situação é tão complicada que nem mesmo a "superarrancada" do final do ano passado seria suficiente, por si só, para garantir a taça.

Nas últimas 11 rodadas do Brasileirão de 2018, sob o comando de Luiz Felipe Scolari, a equipe alviverde somou 27 pontos de 33 possíveis. Foram oito vitórias (contra São Paulo, Grêmio, Ceará, Santos, Fluminense, América-MG, Vasco e Vitória), três empates (contra Flamengo, Atlético-MG e Paraná) e nenhuma derrota, com um aproveitamento de 81,8% dos pontos.

Se repetir o desempenho neste ano, o Palmeiras chegará a 81 pontos. O problema é que, para que o Flamengo termine o campeonato com uma pontuação menor que essa, o rendimento do Rubro-Negro terá que cair drasticamente. O time de Jorge Jesus teria que fazer apenas 16 pontos nas últimas 11 rodadas, com um aproveitamento de 48,4%, deixando 17 pontos pelo caminho.

Até aqui, o aproveitamento do Flamengo no campeonato é de 79%. Levando em conta apenas os jogos do segundo semestre, desde que Jesus assumiu a equipe, o número sobe ainda mais, para 87%. Dos 54 pontos disputados sob o comando do treinador português, o Rubro-Negro perdeu só sete. Já o Palmeiras tem 67% de aproveitamento no Brasileirão inteiro, e 72,7% desde a chegada de Mano Menezes.

Nesse cenário, o Palmeiras mantém o discurso de lutar até o final enquanto houver possibilidades matemáticas de título. O Verdão volta a campo no próximo domingo (27), contra o Avaí, na Ressacada. No mesmo dia, o Flamengo recebe o CSA no Maracanã.

Esporte