Topo

Brasileiro abraçou jiu-jitsu "para deixar de ser gordinho" e chegou ao UFC

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

15/07/2019 12h00

O UFC Uruguai contará com uma estreia brasileira no dia 10 de agosto. Pentacampeão mundial de jiu-jitsu, Rodolfo Vieira se prepara para pisar pela primeira vez no octógono mais famoso do mundo 16 anos depois de um treino feito com um objetivo bem diferente: perder peso.

"Gordinho" na adolescência, Rodolfo decidiu que precisava fazer uma atividade física para deixar de ser incomodado pelos amigos. Com indicação de um primo, se matriculou em uma academia de jiu-jitsu.

"Eu estava ficando gordo e comecei no jiu-jitsu para perder uns quilinhos. O pessoal estava começando a me chamar de gordinho e eu não queria. Um primo meu começou a treinar e falou que era muito legal, que não era agressivo. Fui pegando gosto, competi e gostei", explicou.

A atitude deu resultados imediatos. Tendo jogado futebol quando era pequeno, Rodolfo não teve dificuldade para perder peso. Quatro anos mais tarde, já próximo da profissionalização, deixou de lado o refrigerante e alimentos que não costumam estar presente na dieta de um atleta.

"Comecei a me preocupar com alimentação quando estava me profissionalizando, estava ficando mais certo. Na minha primeira competição, senti uma sensação muito boa de ganhar, de competir, aquele nervoso. Pedi para meu pai me matricular todos os dias na academia. Ele acabou reclamando porque a mensalidade ia aumentar (risos). Eles não levavam muito a sério, porque eu sempre entrava em algum esporte e abandonava. Mas nessa luta foi geral me ver competir, foi muito legal".

Já profissional, Rodolfo começou a completar renda com seminários, mas a rotina começou a incomodar. Era hora de arriscar um novo esporte. "Eu me questionava: 'será que é isso mesmo que eu quero? Estou precisando de um desafio maior'. Não estava feliz".

Depois de vencer o ADCC, tradicional torneio de Wrestling de Abu Dhabi, Rodolfo Vieira iniciou sua carreira no MMA. O brasileiro conquistou cinco vitórias antes de ser contratado pelo UFC. Na organização, fará sua estreia contra o polonês Oskar Piechota.

Mais Esporte