Topo

Veja 9 curiosidades sobre o sêmen desvendadas por especialistas

O sêmen saudável é branco perolado, se está amarelo, pode ser sinal de infecção - Getty Images
O sêmen saudável é branco perolado, se está amarelo, pode ser sinal de infecção Imagem: Getty Images

Letícia Rós e Marina Oliveira

Colaboração para Universa

16/03/2018 08h19

O sêmen é um marcador biológico da saúde do homem –quando o fluido tem alterações, a indicação é sempre procurar um médico. Alvo de curiosidade –por parte dos próprios homens e mulheres–, é cercado por algumas “lendas”.

A seguir, Universa desvenda as principais com ajuda dos urologistas Ricardo De La Roca, do Hospital São Luiz Jabaquara, em São Paulo, e Jorge Hallak, especializado em fertilidade masculina.

Veja também:

1 - É alergia quando a vagina arde depois da ejaculação?

Embora essa alergia exista, é muito rara, dizem os especialistas. É mais provável que o incômodo tenha a ver com alguma baixa na saúde feminina. Os especialistas explicam que mesmo o sêmen com infecção não causa ardor na vagina, porque o pH do esperma é levemente alcalino e não ácido.

2 - É normal ter mau cheiro?

O cheiro do sêmen é característico, lembra água sanitária. Dependendo da dieta do homem, à base de muito alho ou corante, por exemplo, pode se alterar levemente. Porém, quando é muito diferente –parecido com peixe ou queijo–, o problema pode estar na pele da glande ou na vagina da parceira. É preciso procurar um médico.

3 - Pode ser amarelo?

O sêmen saudável é branco perolado e com consistência viscosa. Se está amarelo, pode ser pus vindo de uma infecção –é preciso procurar um médico. Também é um alerta quando o fluido está com um tom de marrom, já que a causa pode ser um sangramento na próstata (90% do líquido ejaculado vem de lá). O sêmen muito líquido, quase como água, indica a ausência de espermatozoides.

4 - O que são as bolinhas gelatinosas, tipo sagu, que saem no sêmen?

São chamadas de corpúsculos de lecitina e estão relacionadas à coagulação do sêmen. Elas não indicam nenhuma doença ou anormalidade, é apenas a proteína compactada.

5 - Por que acontece de o homem fazer cocô e vazar esperma?

A chamada espermatorreia –que é o derramamento involuntário de esperma– é conhecida por ocorrer durante o sono (já ouvir falar em “sonhos molhados”?), mas também pode acontecer quando o homem defeca. As fezes, ao sair, pressionam a próstata, que vai eliminar o líquido que está acumulado por falta de sexo ou de masturbação.

6 - É normal sair só um pouco de sêmen em algumas relações?

A quantidade de sêmen liberada em uma ejaculação varia de 2 ml a 5 ml. É esperado que, na primeira relação sexual do dia, saia mais, na segunda um pouco menos e na terceira, quase nada. É porque o estoque de líquido na próstata vai se esgotando. Sair pouco também pode ter a ver com a parte emocional. Se o homem está ansioso com o desempenho e não conseguir relaxar o suficiente na hora da transa, pode ejacular menos.

7 - Comer abacaxi antes de transar vai deixar o sêmen mais doce?

Não. O sêmen pode até ter as características alteradas por conta da alimentação, mas a variação depende de hábitos alimentares e não de uma ingestão pontual. Se comer abacaxi algumas horas antes de transar, o fluido vai continuar com o gosto amargo, que lembra o de manga verde.

8 - Ejacular no ânus pode causar diarreia na parceira ou parceiro?

Não. O que pode acontecer são as fezes saírem despedaçadas, por estarem envoltas no esperma, mas nada tem a ver com diarreia. Independentemente disso, o sexo anal deve sempre ser feito com preservativo, já que no ânus há muito micro-organismos que podem causar infecção no homem e na mulher.

9 - O sêmen pode acelerar o trabalho de parto?

Sim, porque contém uma substância chamada prostaglandina, usada em forma sintética na indução do parto. O colo do útero tende a relaxar ao entrar em contato com o sêmen, o que contribui para o trabalho de parto. Orgasmos também favorecem a contração uterina e a dilatação, por liberarem o hormônio ocitocina.

Entretenimento