PUBLICIDADE
Topo

Botafogo busca venda de Luiz Fernando após recuperar grana com João Paulo

Luiz Fernando viveu grandes momentos no Botafogo e pode ser vendido em caso de boa proposta - Vitor Silva/SSPress/Botafogo
Luiz Fernando viveu grandes momentos no Botafogo e pode ser vendido em caso de boa proposta Imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo
do UOL

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

31/03/2020 04h00

Mesmo diante da difícil realidade financeira, o Botafogo, em 2017, decidiu investir na compra de João Paulo — foram R$ 3 milhões por 60% dos direitos econômicos do atleta. No ano seguinte, mais uma aposta: Luiz Fernando custou R$ 2,5 milhões aos combalidos cofres do Alvinegro.

Desde então a dupla vinha sendo titular no Botafogo até que João Paulo foi negociado com Seattle Sounders, dos Estados Unidos. A transação será dividida em duas partes e no fim o Alvinegro terá direito a R$ 8,3 milhões pelo meio-campista. Assim, quase triplicou o dinheiro investido no atleta em uma análise mais bruta.

Agora a bola da vez é Luiz Fernando. O investimento feito em um atleta jovem exige um retorno. Sendo assim, o atacante pode ser vendido a qualquer momento. A verdade é que isso não chega a ser uma novidade, já que o Botafogo estava disposto a negociá-lo desde o fim do ano passado.

A questão é que com a venda de João Paulo, Luiz Fernando passa a ser pressionado para render o que dele é esperado dentro das quatro linhas. A primeira temporada foi muito boa, mas ele passou a oscilar grandes momentos e outros bem ruins. Mesmo assim desperta interesse de alguns clubes.

O São Paulo, por exemplo, pediu preferência na compra do atleta ao emprestar Diego Souza ao Botafogo em 2019. Além disso, Luiz Fernando recebe constantemente sondagens de clubes do exterior. O problema é que os números até o momento não agradam e, portanto, a opção de mantê-lo no Nilton Santos.

Luiz Fernando custou aos cofres de General Severiano R$ 2,5 milhões, além de 20% dos direitos econômicos de Fernandes e 40% dos de Vinícius Tanque, ambos cedidos por empréstimo na transação — já retornaram e estão fora dos planos. O Alvinegro ficou com 50% do jovem de 21 anos

Esporte