PUBLICIDADE
Topo

Coudet cita cansaço, Gre-Nal com 10 e altitude após empate com Tolima-COL

Ricardo Duarte/SC Internacional
Imagem: Ricardo Duarte/SC Internacional
do UOL

Do UOL, em Porto Alegre

20/02/2020 00h16

O empate sem gols do Internacional com o Deportes Tolima, na Colômbia, agradou a Eduardo Coudet. O treinador valorizou o resultado no jogo de ida da fase três da Copa Libertadores ao relembrar o Gre-Nal com um jogador a menos durante todo segundo tempo, longa viagem até Ibagué e até altitude de 1.200 metros.

Inter e Tolima voltam a se enfrentar na quarta-feira da semana que vem, dia 26, em Porto Alegre. O time gaúcho precisa vencer para ir à fase de grupos da Libertadores. Novo empate em 0 a 0 leva a decisão aos pênaltis e qualquer placar igual a partir de 1 a 1 dá a vaga ao clube colombiano.

"Tem alguns fatores importantes. É um time difícil, é Libertadores. Não é fácil jogar fora e viemos de um jogo onde ficamos com 10 jogadores, com uma viagem longa. Com altitude. Cansaço acumulado. Sempre queremos ganhar, mas é um ponto e trabalhamos muito. Concordo, gostaria de ter mais profundidade. Ter mais variantes, como estamos falando, principalmente na presença de área. Mas levamos um empate sem gols depois de fazer um grande esforço. Agora temos que tentar resolver o confronto em casa", disse Coudet.

A escalação do Internacional teve como grande surpresa a ausência de D'Alessandro. O meia ficou no banco para Marcos Guilherme começar a partida. A explicação foi objetiva.

"D'Alessandro é um dos jogadores que mais se entregou no jogo do final de semana e tem 38 anos. Volto a dizer, com a viagem e altitude… Queríamos ter mais profundidade, com marcação alta lá no ataque. Aqui é um lugar difícil, custou para todo mundo. E não dá para subestimar um jogo de Libertadores como visitante", comentou o treinador do Inter.

No final da entrevista coletiva, Eduardo Coudet foi indagado sobre a decisão de fazer apenas uma troca ao longo do duelo com o Deportes Tolima. Foi quando o treinador abriu debate com o repórter.

"O que mais você trocaria no time? Pottker no lugar de quem? Lindoso? É um empate ruim para você, 0 a 0 como visitante?", perguntou Coudet em um rápido diálogo com o interlocutor "Não vejo um resultado ruim, como visitante e com cansaço. Com altitude. Chegamos com muito cansaço aqui e depois de um jogo contra adversário muito difícil. Fizemos um bom jogo, levamos um ponto e vamos definir em casa", reiterou o treinador.

Esporte