PUBLICIDADE
Topo

Tito Ortiz revela torcida para Cerrone em confronto diante de McGregor no UFC 246

Ag. Fight

06/12/2019 08h00

Antes mesmo de ser oficializado, o combate entre Donald Cerrone e Conor McGregor era um dos mais aguardados pelos fãs de MMA ao redor do mundo. Agora confirmado como a luta principal do UFC 246, agendado para o dia 18 de janeiro, em Las Vegas (EUA), a disputa divide opiniões pois envolve dois dos atletas mais populares da companhia. No entanto, Tito Ortiz não ficou em cima do muro e declarou sua torcida a favor do 'Cowboy' no duelo diante do ex-campeão peso-pena (66 kg) e peso-leve (70 kg) irlandês.

Em entrevista ao canal do Youtube 'Submission Radio', o ex-campeão meio-pesado (93 kg) do Ultimate justificou sua torcida para o americano diante de Conor. Tito condenou as recentes polêmicas em que McGregor se envolveu fora do octógono - principalmente o incidente em que o astro do UFC agrediu um idoso em um bar na Irlanda. Além disso, o veterano destacou que por ser válido pela divisão dos meio-médios (77 kg), o duelo pode ser mais favorável para Donald Cerrone.

"Estou (torcendo para o Cerrone) só porque o Conor socou aquele idoso no bar. Aquilo foi desrespeitoso, cara. E o cara foi multado com apenas mil dólares, ou algo do tipo. É bobagem. O carma é uma m***, e sempre morde todo mundo na bunda no final das contas. (Carma) Sempre dá a volta e aparece. Gosto do Conor, acho ele incrível. Mas isso não é algo que, como ser humano, deve se fazer - muito menos um lutador profissional. Você sempre deve respeitar os mais velhos, é sempre a coisa certa a se fazer", opinou Ortiz, antes de falar sobre as possibilidades do confronto.

"Donald Cerrone é durão. Amo ele. Ele é um cara ótimo. Realmente o respeito muito, e acho que é a hora dele de brilhar, acredito que ele tem uma grande chance de vencer o Conor. E é nos meio-médios. Conor, na verdade, é um peso-leve ou peso-pena. Então (competir) nos meio-médios é um grande salto para ele. Mas não sei - será que o tempo afastado ajudou o Conor? Às vezes quando se tira um tempo, ajuda o corpo a se recuperar. E o Cerrone travou verdadeiras batalhas em seus últimos confrontos. Espero que os dois deem um grande show, e quero que o 'Cowboy' Cerrone tenha sua mão erguida no final. Mas queria ver o Conor dando trabalho também", completou o lutador de 44 anos.

Mas apesar de estar ansioso para o UFC 246, Tito tem que voltar suas atenções para sua própria carreira. Afinal de contas, 'The Huntington Beach Bad Boy', como é conhecido, entra em ação neste sábado (7). O veterano faz sua estreia na companhia 'Combate Americas' diante de Alberto Rodriguez - astro mexicano do telecatch e artista marcial.

 

Esporte