Topo

Médico que operou Rafinha descarta máscara e estuda outras proteções

Rafinha, jogador do Flamengo, durante partida contra o Emelec pela Libertadores; jogador corre contra o tempo - Thiago Ribeiro/AGIF
Rafinha, jogador do Flamengo, durante partida contra o Emelec pela Libertadores; jogador corre contra o tempo Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
do UOL

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

15/10/2019 20h56

Com fratura na face constatada, o lateral-direito Rafinha, do Flamengo, foi submetido na noite de ontem (14) a uma cirurgia em um hospital na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Responsável pela intervenção, o otorrinolaringologista Augusto Cesar Lima disse que o camisa 13 reagiu bem, mas descartou o uso de máscara em jogos.

O profissional explicou que esse recurso funciona melhor em traumas na região do nariz, que não foi o caso do rubro-negro. Segundo ele, a lesão foi entre a maçã do rosto e a orelha, local que dificultaria a utilização do artefato. O médico disse que ainda estuda que tipo de proteção pode substituir a máscara, mas disse que as alternativas ainda estão em fase de estudos.

"A cirurgia correu muito bem, mas cada pessoa reage de uma maneira. Ele está usando uma máscara para o rosto não inchar. Ele está muito bem, apenas chateado com o incidente. Ainda estamos pensando no que fazer, mas é preciso aguardar um pouco para ver a evolução do quadro. O uso da máscara durante os jogos está descartado", disse ele ao UOL Esporte.

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Apesar do curto tempo de recuperação, não está descartada a participação do jogador na partida do dia 23 diante do Grêmio, no Maracanã, pela semifinal da Copa Libertadores, jogo mais importante do ano até aqui.

"A cirurgia do atleta Rafinha terminou agora, o procedimento foi bem-sucedido, a fratura foi reduzida e ficamos satisfeitos com o resultado. Ele terá alta, vai para casa e segue lá até quinta, quando se apresenta no Ninho para começar a fisioterapia. Não determinamos prazo, pois cada atleta reage de uma forma diferente. Dia a dia nós vamos vendo a evolução dele", disse Marcio Tannure, chefe do departamento médico do Fla.

Rafinha se lesionou no domingo (13), na vitória por 2 a 0 contra o Athletico, na Arena da Baixada, em choque de cabeça com o atacante Rony. Sem um de seus principais líderes, o Fla encara na quarta-feira (16) o Fortaleza, às 20h, no Castelão. Rodinei deve ser o titular.

Esporte