Topo

Tite votou em Van Dijk para melhor do mundo; Dani Alves escolheu Messi

Lionel Messi discursa após receber o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa - Emilio Andreoli/Getty Images
Lionel Messi discursa após receber o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa
Imagem: Emilio Andreoli/Getty Images
do UOL

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

23/09/2019 17h37

Os dois representantes da seleção brasileira discordaram um do outro na votação do prêmio The Best, da Fifa. O técnico Tite escolheu o zagueiro Virgil Van Dijk, do Liverpool, como o melhor do mundo. Já Daniel Alves, o capitão da equipe verde amarela na conquista da Copa América, seguiu com a maioria e escolheu Lionel Messi como o grande nome do ano no futebol mundial.

O técnico da seleção brasileira colocou Messi como o segundo melhor. O atacante Sadio Mané, companheiro de Van Dijk no Liverpool, fechou a lista dos três primeiros.

Já Dani Alves seguiu o treinador, colcoou Mané na segunda posição e Van Dijk em terceiro.

Messi ganhou o prêmio de melhor do mundo com 46% dos pontos - a eleição reúne votos dos torcedores pela internet, capitães e técnicos das seleções, além de um jornalista de cada país. Van Dijk acabou em segundo com 38%. Cristiano Ronaldo terminou em terceiro com 36%.

Já entre as mulheres, Rapinoe conquistou o The Best com os mesmos 46% de Messi. Alex Morgan, colega de seleção americana, ficou com 42%. A britânica Lucy Bronze fechou o pódio com 29%.

Tite é o melhor do mundo em Cuba

O comandante da seleção brasileira terminou a eleição como o oitavo melhor técnico do ano. Profisisonais de países periféricos no futebol, entretanto, viram o ex-corintiano como o treinador mais destacado de 2019.

O capitão e o técnico de Cuba, o capitão de Suriname, o técnico de Gibraltar, o técnico das Ilhas Virgens Americanas, o jornalista de Chade e o jornalista de Comoros colocaram Tite como o melhor treinador do planeta em 2019.

O comandante do Brasil foi citado 68 vezes ao todo. Nomes importantes como Daniel Alves (2º), representante do time nacional entre os eleitores; Luka Modric (2º), capitão da Croácia e melhor do mundo no ano passado; e Diego Godín (3º), capitão do Uruguai, citaram Tite no pleito.

Esporte