PUBLICIDADE
Topo

Adriana Birolli defende 'Fina Estampa': 'Novela ruim não é crítica'

Adriana Birolli em "Fina Estampa" - TV Globo / João Cotta
Adriana Birolli em 'Fina Estampa' Imagem: TV Globo / João Cotta
do UOL

Daniel Palomares

Do UOL, em São Paulo

16/07/2020 04h00

Adriana Birolli virou presença confirmada em todas as noites da Globo. Na falta de uma, a atriz está em duas reprises no ar atualmente: a poderosa Patrícia, de "Fina Estampa", e a maldosa Lorena, de "Totalmente Demais".

De quarentena em casa e sem poder trabalhar, a atriz assiste religiosamente a todos os capítulos das duas tramas e ganhou uma nova legião de fãs que adoram acompanhar as novelas e interagir com ela nas redes sociais. Em papo com o UOL, Adriana festeja a volta ao ar e tenta projetar o futuro pós-pandemia.

Não perco um capítulo! Posso acompanhar mais a história da novela, rever os colegas, lembrar dos bastidores... Está sendo uma experiência muito gostosa. A repercussão nas redes está maravilhosa. As novelas fizeram muito sucesso na época e agora estão repetindo esse sucesso.

Longe da Globo desde 2017, Adriana conta que as reprises acabaram reaproximando-a de antigos colegas de trabalho e deixando-a mais próxima dos fãs, que acompanham as novelas pela primeira vez ou que aproveitaram para revisitar as tramas. "É muito gratificante ver o nosso trabalho assim. A Patrícia foi uma personagem muito amada. A procura do público nas redes sociais aumentou. Tenho tempo para respondê-los", comemora.

Cada trabalho acaba virando um núcleo familiar. Quando estamos gravando, passamos mais tempo com os colegas do que em casa. O que eu mais sinto falta é dessas pequenas famílias que a gente vai formando ao longo da carreira. Agora, com 'Fina Estampa' no ar, acabei retomando contato com alguns, relembrando situações.

Rebatendo críticas

Apesar da audiência alta e da repercussão na internet, "Fina Estampa" recebe muitas críticas nas redes sociais e é alvo de inúmeras piadas e memes. Adriana não se incomoda e defende a novela.

Todo trabalho recebe críticas. São bem-vindas. 'Fina Estampa' fez muito sucesso, tem personagens emblemáticos que caíram no gosto do povo. [Dizer que a] novela é ruim não é crítica. Todas têm coisas boas, outras que poderiam ser melhores. Se fez tanto sucesso antes e agora... A audiência é maior do que a de 'Amor de Mãe'!

Em relação ao próprio trabalho, a atriz conta que também tenta não se cobrar demais. "É difícil eu me avaliar. Não sei se sou muito crítica. Eu assisto com olhar crítico, sem dúvidas, e melhoraria muita coisa. Mas já faz muitos anos... Sou uma pessoa diferente, com outra maturidade, outra visão de mundo. Hoje, vejo tudo com distanciamento", defende.

Pós-pandemia

Depois de encerrar sua participação em "Jezebel" (Record), no ano passado, Adriana viu seus planos serem cancelados ou adiados pela pandemia. A atriz espera voltar aos palcos do teatro o quanto antes, mas se diz preocupada com o cenário que o Brasil enfrenta.

É um período muito complicado. Estamos vivendo uma confusão no nosso país e uma crise global. Não temos o mínimo de apoio do governo. Eu sou privilegiada, mas muitas pessoas vão passar por uma depressão profunda. Torço muito para que, quando tudo acabar, a população se lembre de quanto foi fundamental a arte.

Em casa, Adriana aproveita para se manter ativa. Ela sempre compartilha nas redes sociais pequenas reformas e arrumações que decide fazer, paredes que resolve pintar, além de se arriscar na cozinha ou no jardim. A atriz torce para que seu projeto de teatro a céu aberto, realizado dentro da própria casa, consiga retornar em breve.

"Não sabemos quando nosso mercado vai voltar. Não é só uma questão de reabrir, o público precisa ter coragem de ir ao teatro. Acho que vou poder voltar a fazer apresentações a céu aberto aqui em casa em um tempo menor. Tenho projetos de cinema para janeiro, mas não sabemos o que vai acontecer."

Entretenimento