PUBLICIDADE
Topo

Bonner faz mímica no JN para falar de terraplanista alvo de operação da PF

27.mai.2020 - Com as mãos, William Bonner "sinaliza" que o planeta Terra é esférico, e não plano, como acreditam alguns - Reprodução/TV Globo
27.mai.2020 - Com as mãos, William Bonner "sinaliza" que o planeta Terra é esférico, e não plano, como acreditam alguns Imagem: Reprodução/TV Globo
do UOL

Do UOL, em São Paulo

27/05/2020 22h02Atualizada em 28/05/2020 10h02

Ao citar os nomes investigados pela Polícia Federal no inquérito que apura a disseminação de fake news, William Bonner parece ter ficado impressionado com o fato de que um deles, o blogueiro Enzo Leonardo Suzin Momenti, é um "terraplanista" —isto é, acredita que a Terra seja plana (o que, vale frisar, não é verdade).

"A investigação identificou 11 blogueiros. [...] Eduardo Fabrício Portela, Enzo Leonardo Suzin Momenti, um defensor da tese de que... A Terra... O planeta Terra... É... Plano", disse o âncora do "Jornal Nacional", da TV Globo, enquanto fazia "mímica" para demonstrar que o planeta é, de fato, redondo.

Não demorou muito para a fala de Bonner viralizar nas redes sociais. "A entonação na fala, a expressão facial, o uso das mãos para tentar exemplificar para a humanidade racional o que seria a ideia de 'Terra plana'. Tudo neste vídeo do William Bonner é perfeito!", escreveu um usuário do Twitter.

"Imperdível!", escreveu outro perfil na rede social.

Entenda a operação da PF

Pela manhã, foram cumpridos 29 mandados de busca e apreensão em cinco estados e no Distrito Federal relacionados ao inquérito das fake news conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal).

A investigação foi aberta em março do ano passado para apurar "a existência de notícias fraudulentas (fake news), denunciações caluniosas, ameaças e infrações revestidas de animus caluniandi, difamandi ou injuriandi, que atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal, de seus membros e familiares".

Entre os alvos estão pessoas próximas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ), o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP), a ativista Sara Winter, o empresário Luciano Hang, dono da Havan, e o blogueiro Allan dos Santos.

Entretenimento