PUBLICIDADE
Topo

Estafe conversa com o Atlético-MG e tenta destravar negócio de Juan Cazares

Juan Cazares pode deixar o Atlético-MG no mercado da bola, mas vê negociação estagnada  - Alessandra Torres/AGIF
Juan Cazares pode deixar o Atlético-MG no mercado da bola, mas vê negociação estagnada Imagem: Alessandra Torres/AGIF
do UOL

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

29/01/2020 04h00

Resumo da notícia

  • As conversas para a venda de Juan Cazares ao Al-Ain estão estagnadas. Há um impasse entre Atlético-MG e intermediários do negócio sobre o montante
  • Os árabes oferecem US$ 2,8 milhões (R$ 11,8 milhões) pelo atleta, enquanto o Galo pede 3 milhões de euros (R$ 13,9 milhões)
  • A divergência sobre valores faz com que a situação chegue à última semana sem uma definição, mesmo que seja desejo de Cazares a mudança
  • O estafe do meia conversa a fim de obter a liberação. Um dos intermediários da negociação está em Belo Horizonte para tentar destravar as conversas
  • Com contrato até dezembro de 2020, o meia-atacante de 27 anos se recusou a iniciar as conversas por uma renovação no fim do ano passado

As conversas para a venda de Juan Cazares ao Al-Ain estão estagnadas. Há um impasse entre Atlético-MG e intermediários do negócio sobre o montante envolvido. Os árabes oferecem US$ 2,8 milhões (R$ 11,8 milhões) pelo atleta, enquanto o Galo pede 3 milhões de euros (R$ 13,9 milhões).

A divergência sobre valores faz com que a situação chegue à última semana sem uma definição, mesmo que seja desejo de Cazares se mudar para o futebol árabe. A oferta é para triplicar o salário do atleta com a transferência, conforme adiantado pela coluna UOL De Primeira. Ele receberá mais de R$ 1 milhão em caso de desfecho positivo.

O mercado da bola se encerra nos próximos dias, e os representantes do equatoriano conversam com o diretor de futebol Rui Costa e o presidente Sérgio Sette Câmara a fim de obter a liberação. Um dos intermediários da negociação está em Belo Horizonte para tentar destravar as conversas e avançar por um acordo de venda.

Embora detenha 100% dos direitos econômicos do jogador, o Atlético quer receber mais que os US$ 2,8 milhões oferecidos pela transferência. O clube estipula o montante de 3 milhões de euros como mínimo para um acordo.

Com contrato até dezembro de 2020, Cazares se recusou a iniciar as conversas por uma renovação no fim do ano passado. A ideia do jogador era iniciar os trabalhos com Rafael Dudamel e inicias as tratativas na sequência. Diante da proposta do Al-Ain, o equatoriano já informou diretoria e comissão técnica que pretende se transferir nesta janela.

Os árabes já sinalizaram com uma nova proposta para levar Cazares em julho de 2020, quando ele poderá assinar um pré-contrato. A ideia é oferecer o valor da taxa de transferência atual — US$ 2,8 milhões — como luvas para o jogador de 27 anos.

Em negociação para deixar o Galo, Cazares segue treinando com o elenco. No entanto, está fora dos jogos disputados pela equipe no Campeonato Mineiro 2020. Ele não entrou em campo contra o Uberlândia, na estreia do torneio, e tampouco diante do Tupynambás, na segunda rodada.

Esporte