PUBLICIDADE
Topo

Vanessa Bryant evitava mídia, mas ficou ao lado de Kobe no caso de estupro

Kobe Bryant e Vanessa Bryant, em uma das últimas aparições públicas do casal - Stefanie Keenan/Getty Images for Baby2Baby
Kobe Bryant e Vanessa Bryant, em uma das últimas aparições públicas do casal Imagem: Stefanie Keenan/Getty Images for Baby2Baby
do UOL

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

28/01/2020 04h00

Vanessa Bryant precisou aprender muito cedo a lidar com o assédio da imprensa. Aos 17 anos, ela conheceu Kobe após atuar como dançarina em um dos clipes do rapper Snoop Dogg. Antes mesmo da maioridade, a estudante do colegial já era a "namorada do astro" e não conseguia nem mais ir à escola completar seus estudos. Restou fazer o último ano em casa e se ausentar do baile de formatura.

A precocidade com que ficou conhecida impactou em seu trato com a mídia e os fãs. Vanessa não tem o costume de conceder entrevistas e sua conta no Instagram é fechada, apesar de ter mais de 1,4 milhão de seguidores.

"Eu pensei que se você não comentasse sobre bobagens, esqueceriam de você. Agora eu entendo que tenho que falar sobre algumas coisas. Ainda assim, eu não gosto de ser o centro das atenções. Há várias coisas boas que você pode fazer com a fama, como criar ou apoiar uma fundação, mas muitas coisas ruins vêm junto com isso (fama)", explicou à revista "The Cut", em uma de suas raras entrevistas, em 2012.

Kobe Bryant e a mulher, Vanessa, durante coletiva no Staples Center após acusação de estupro - J. Emilio Flores/Getty Images
Kobe Bryant e a mulher, Vanessa, durante coletiva no Staples Center após acusação de estupro
Imagem: J. Emilio Flores/Getty Images

O desejo de ficar longe dos holofotes foi contrariado em 2003. Foi quando a família teve a rotina chacoalhada por uma acusação de estupro envolvendo Kobe Bryant. De uma hora para outra, ela teria que lidar publicamente não só com o adultério de seu marido, mas com um possível crime cometido por ele.

Uma funcionária do luxuoso hotel de Lodge & Spa, na região de Edwards, denunciou Bryant à polícia local, mas depois se recusou a testemunhar contra o atleta. Quando a acusação foi cancelada, Bryant assumiu ter mantido relação sexual com a jovem de 20 anos, mas que ela teria sido consensual. Na época, o astro dos Lakers já era casado com Vanessa e tinha uma filha.

Vanessa optou por ficar ao lado do marido. Sua única manifestação pública foi um comunicado oficial em que dizia que Kobe não havia cometido crime e que o problema de adultério seria resolvido "dentro do nosso casamento".

"Eu sei que meu marido cometeu um erro: o erro do adultério. Eu e ele vamos lidar com isso dentro do nosso casamento. Ele não é um criminoso. Eu sei que ele é inocente, estarei ao lado dele e vamos enfrentar isso juntos. Darei a ele toda a força e apoio que ele precisa para encarar essa falsa acusação", escreveu ela.

O caso seria o primeiro que os Bryants teriam que lidar em público. Um ano mais tarde, uma confusão envolvendo Karl Malone, ex-jogador do Los Angeles Lakers, fez com Kobe tivesse que pegar o telefone para resolver a situação.

Era um jogo dos Lakers, e Malone apareceu no Staples Center vestindo um chapéu e botas de caubói. Vanessa, então, teria perguntado "o que você está caçando?", em referência ao estilo dele. Foi quando Malone respondeu: "estou caçando garotinhas mexicanas". Vanessa tem ascendência latina e entendeu o comentário como extremamente inapropriado.

Depois de um bate-boca por telefone envolvendo Kobe Bryant, Vanessa Bryant, Karl Malone e Kay Malone no estilo "Casos de Família", os quatro acabaram se entendendo, e Karl emitiu um comunicado pedindo desculpas a Vanessa por ter "dito qualquer coisa inapropriada".

A última vez em que o nome de Vanessa Bryant virou presença constante nas revistas de fofocas dos Estados Unidos foi em 2011. Ela pedira divórcio do astro do basquete alegando "diferenças irreconciliáveis". A especulação na mídia era que Kobe estava mais uma vez envolvido em casos extraconjugais, o que nunca se confirmou. Dois anos mais tarde, ela anunciou que o processo de separação havia sido cancelado e os dois teriam se acertado.

Além de Kobe Bryant, Vanessa perdeu no acidente de helicóptero a filha Gianna. O casal ainda tem outras três filhas: Bianka, Natalia e Capri.

"As pessoas imaginam que eu fico em casa o dia todo arrumando meu cabelo e passando maquiagem. Acordo sempre às 6h30 com meus filhos. Levo-os aonde eles precisam e não tenho babá. Foi assim que fui criada", explicou ela sobre sua rotina, à revista "The Cut".

Esporte