PUBLICIDADE
Topo

Em noite com muitos gols brasileiros, Atlético pega última vaga nas oitavas

11/12/2019 19h25

Redação Central, 11 dez (EFE).- O Atlético de Madrid conquistou nesta quarta-feira a última vaga para as oitavas de final da Liga dos Campeões ao vencer o previamente eliminado Lokomotiv Moscou por 2 a 0, no estádio Wanda Metropolitano, e confirmar a segunda posição do grupo D.

A noite de Champions foi marcada também pelos muitos gols marcados por brasileiros, todos já convocados pelo técnico Tite para a seleção. Foram cinco nas partidas iniciadas às 17h (de Brasília), com o zagueiro Felipe para o próprio Atlético; Rodrygo e Vinícius Júnior para o Real Madrid; Neymar para o Paris Saint-Germain e Philipe Coutinho para o Bayern de Munique. Mais cedo, em jogo que começou às 14h55, Gabriel Jesus já havia anotado três a favor do Manchester City na goleada sobre o Dínamo de Zagreb por 4 a 1 na Croácia.

PSG, Real, Bayern, Tottenham, City, Juventus, Barcelona e RB Leipzig já haviam se classificado nas rodadas anteriores. Nesta terça, foi a vez de Liverpool, Napoli, Borussia Dortmund, Lyon, Valencia e Chelsea se colocaram entre os 16 melhores, e hoje a Atalanta avançou mais cedo, ao bater o Shakhtar Donetsk na Ucrânia, enquanto o Atlético foi o último a passar. O sorteio dos confrontos está marcado para a próxima segunda-feira, às 8h (de Brasília).

Estarão na fase de 16 avos de final da Liga Europa, como terceiros colocados de suas chaves, o Red Bull Salzburg, a Inter de Milão, o Benfica, o Ajax, o Club Brugge, o Olympiacos, o Shakhtar e o Bayer Leverkusen.

O Leverkusen, aliás, era o único que ainda tinha chance de eliminar os 'Colchoneros', mas precisavam vencer a Juventus na BayArena e torcer por um tropeço do time madrilenho contra o Lokomotiv, e nenhum desses resultados aconteceu.

FELIPE MARCA DE VOLEIO.

O Atlético, com o zagueiro Felipe e o lateral-esquerdo Renan Lodi entre os titulares, poderia ter feito 1 a 0 logo aos dois minutos de partida na capital espanhola, mas Trippier desperdiçou uma cobrança de pênalti. Aos 16, também em penalidade, João Félix enfim abriu o placar a favor da equipe 'rojiblanca'.

No segundo tempo, aos oito minutos, Trippier bateu escanteio, Koke cruzou e Felipe emendou bonito chute de primeira para aumentar a diferença e selar a classificação, levando os 'Colchoneros' a dez pontos, contra seis do Leverkusen e 16 da Juve. O Lokomotiv, que hoje atuou desfalcado do goleiro brasileiro naturalizado russo Guilherme e contou com o zagueiro Murilo, ex-Cruzeiro, marcou apenas três.

Com Danilo entre os titulares e Alex Sandro no banco e desfalcada de Douglas Costa, a 'Velha Senhora' bateu o Bayer, sem Wendell nem Paulinho, por 2 a 0. Cristiano Ronaldo e Higuaín balançaram a rede uma vez cada.

No Parc des Princes, o PSG, líder do grupo A, goleou o Galatasaray por 5 a 0, deixando o time turco na lanterna. Icardi, Sarabia, Neymar, Mbappé e Cavani fizeram um gol cada. O uruguaio marcou em cobrança de pênalti em que recebeu a bola das mãos do atacante brasileiro, batedor oficial.

O técnico do atual bicampeão francês, Thomas Tuchel, deixou Neymar em campo por 90 minutos na Champions pela primeira vez em mais de um ano. O zagueiro Marquinhos também atuou, enquanto Thiago Silva foi poupado e assistiu a tudo do banco.

A vitória garantiu ao PSG a segunda melhor campanha de toda a fase de grupos, com 16 pontos, enquanto o Galatasaray somou apenas dois. O Real Madrid ficou em segundo na chave, com dez pontos, enquanto o Club Brugge foi terceiro, com três.

REAL CONFIRMA FAVORITISMO; BAYERN É 100%.

O tridecacampeão continental mediu forças com o representante belga no Jan Breydelstadion e fez 3 a 1, com um gol de Rodrygo e um de Vinícius Júnior. Modric também marcou para os visitantes, e Vanaken assinalou o dos donos da casa.

A melhor campanha foi do Bayern, que terminou a trajetória no grupo B com 100% de aproveitamento ao derrotar o Tottenham, de Lucas Moura, por 3 a 1 na Allianz Arena. Coman, Müller e Coutinho balançaram a rede a favor do time anfitrião, e Sessegnon descontou para o atual vice-campeão da Champions, que já havia assegurado a segunda posição.

No estádio Georgios Karaiskakis, na cidade grega do Pireus, houve confronto direto por uma vaga na Liga Europa, e quem se deu melhor foi o Olympiacos, do volante Guilherme, ex-Corinthians, que ganhou do Estrela Vermelha por 1 a 0. O gol da vitória - e da classificação para o segundo torneio interclubes mais importante da Uefa - saiu apenas aos 41 minutos do segundo tempo, em cobrança de pênalti de El Arabi. EFE

Esporte