PUBLICIDADE
Topo

Após marcar aposentadoria, Léo Silva espera Atlético-MG para definir futuro

Leonardo Silva marcou aposentadoria para o fim de 2019. No entanto, não descarta seguir no futebol - 	Fernando Moreno/AGIF
Leonardo Silva marcou aposentadoria para o fim de 2019. No entanto, não descarta seguir no futebol Imagem: Fernando Moreno/AGIF
do UOL

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

06/12/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Leonardo Silva havia marcado aposentadoria ao fim de 2019. No entanto, não descarta a permanência no futebol no próximo ano
  • Jogador aguarda uma conversa com a diretoria do Atlético-MG para saber o que fará na carreira a partir do próximo ano. Clube não o procurou ainda
  • Diretoria não faz planos para usá-lo em 2020. A ideia é contar com o trio que já possui - Réver, Iago Maidana e Igo Rabello - e buscar mais um nome
  • Leonardo Silva preferiu não se manifestar sobre o futuro. Perguntado, jogador desconversa e diz não saber se jogo contra o Inter será a sua despedida

Leonardo Silva ainda tem o futuro indefinido. O zagueiro marcou a aposentadoria para o fim deste ano, quando se encerra o seu contrato. No entanto, aguarda uma conversa com a diretoria do Atlético-MG para decidir o que fará ao encerrar a carreira como jogador. Aos 40 anos, ele não descarta seguir na função no início da próxima temporada. O clube, no entanto, não faz planos para usá-lo no elenco.

Procurado pela imprensa para conversar sobre a aposentadoria após a vitória por 2 a 0 diante do Botafogo, o zagueiro preferiu não se manifestar. Ao ser perguntado se o jogo contra o Internacional, domingo (8), será a sua despedida no futebol, ele disse: "Não sei".

A postura do defensor, conforme apurado pelo UOL Esporte, é devido à espera por uma conversa com a diretoria do Galo. O veterano jogador gostaria de se sentar com o diretor de futebol Rui Costa e o presidente Sérgio Sette Câmara antes de definir o futuro.

Leonardo Silva não descarta a permanência no futebol em 2020. No entanto, quer se sentir útil para o departamento de futebol do clube mineiro. A manutenção dos planos, com aposentadoria ao fim do contrato, que se encerra em 31 de dezembro, também é avaliada.

O que pode fazê-lo mudar de ideia é o fato de atuar com menos frequência e também se sentir em condições de jogar um torneio com menos exigência, como o Campeonato Mineiro, que se encerra ainda no primeiro semestre de 2020. Ele gostaria de deixar o Galo com a conquista de um título. A última celebração de uma taça da equipe ocorreu em 2017.

Mesmo com a hesitação de Leonardo Silva, o Atlético não faz planos para utilizá-lo em 2020. A diretoria pensa, em contar com os outros três zagueiros que estão no elenco - Réver, Igor Rabello e Iago Maidana - e contratar ao menos mais um nome para a função. A volta de Gabriel, emprestado ao Botafogo, é uma possibilidade.

Esporte