Topo

"Milagre", diz Paulo Calçade sobre temporada do Santos

Paulo Calçade, comentarista dos canais ESPN - Reprodução/ESPN Brasil
Paulo Calçade, comentarista dos canais ESPN Imagem: Reprodução/ESPN Brasil
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/11/2019 22h54

Na edição de hoje (19) do Futebol na Veia, a crise que o Santos passa nos bastidores do clube foi tema de debate após Paulo Autuori, superintendente de futebol, dizer que não fica para 2020. Na opinião do comentarista Paulo Calçade, a saída do dirigente é natural, já que ele representa um sopro de profissionalismo em um ambiente de amadorismo.

"É natural que o Paulo Autuori saia porque ele é o único foco de profissionalismo, bom senso que tem lá dentro. E o Santos está expelindo este tipo de gente. O Santos deveria olhar para o Cruzeiro em todos os sentidos e se preocupar: dinheiro, de chegar ao fundo do poço. O Santos tem se esforçado para isso", declarou Calçade.

O comentarista ainda disse que a temporada do Santos, que já garantiu uma vaga na Copa Libertadores da América do próximo ano e ainda briga pela segunda colocação do Campeonato Brasileiro, pode ser chamada de milagre diante da falta de profissionalismo.

"Nesta linha de futebol profissional, que é uma necessidade para o time não morrer, o Santos tem figuras que não combinam com isso. Olhando para este ano de 2019, o Santos é um milagre. Tem que agradecer ao Sampaoli e ao Paulo Autuori, que são os responsáveis por isto. Sem eles, não dá para saber como vai ser", completou.

Esporte