Topo

Gaciba diz que Séries B, C e D podem ter VAR em breve, mas não faz previsão

Sala de VAR na Arena Corinthians - Fernando Torres / CBF
Sala de VAR na Arena Corinthians Imagem: Fernando Torres / CBF
do UOL

Do UOL, em São Paulo

19/11/2019 16h51

Leonardo Gaciba falou sobre o funcionamento do árbitro de vídeo hoje, em audiência pública na Câmara dos Deputados, e disse que a intenção da CBF é implementar o uso da tecnologia nas divisões inferiores do Campeonato Brasileiro - assim como já fez na Série A.

"Acredito que a gente vai conseguir chegar a um estágio em que o árbitro de vídeo seja utilizado também na Série B, em todos os jogos. Não sei se para o ano que vem, mas em outro momento, e em jogos decisivos das outras séries do Campeonato Brasileiro", disse.

Ex-árbitro e hoje presidente da Comissão Nacional de Arbitragem, Gaciba fez muitos elogios a Rogério Caboclo, presidente da CBF. "Se há uma coisa que eu aprendi com o presidente Caboclo, é que ele é um investidor ousado. Ele quer que o futebol brasileiro cresça muito, e acha que o árbitro de vídeo pode dar essa credibilidade", acrescentou.

"O presidente Caboclo já mostrou interesse de, no ano que vem, nos jogos decisivos da Série D e C, a gente utilizar o árbitro de vídeo. Hoje, o custo aproximado do árbitro de vídeo é por volta de R$ 50 mil por jogo. É uma operação grande, é descentralizado. A CBF também estuda trazer o árbitro de vídeo de uma forma centralizada, mas teríamos de passar fibra ótica em todos os estádios do Brasil. Uma manutenção de fibra ótica seria de aproximadamente R$ 150 mil mensais. Mas é um projeto", concluiu Gaciba.

Esporte