Topo

Formato do Campeonato Paraguaio é mantido após reunião entre dirigentes

22/10/2019 09h48

Assunção, 22 out (EFE).- A Associação Paraguaia de Futebol (APF) descartou nesta segunda-feira o novo formato da primeira divisão do Campeonato Paraguaio para 2020, decidiu pela manutenção do sistema atual e ainda anunciou a criação da Supercopa.

A proposta da entidade para mudar o sistema de disputa da competição vinha gerando polêmica, já que previa menos partidas, mas apontava para fases finais eliminatórias, disputadas em jogo único, em estádio neutro.

Em reunião do presidente da APF, Robert Harrison, com representantes de dez clubes da primeira divisão, foi decidido que o campeonato seguirá dividido em dois torneios, realizados em turno e returno, por pontos corridos, totalizando 44 datas.

"A proposta da maioria dos presidentes dos clubes de Primeira Divisão foi de se manter formato da competição", anunciou a entidade, através do Twitter.

A proposta da APF visava reduzir o número de compromissos, já que o calendário estará com menos datas disponíveis, devido a disputa da Copa América e das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, que acontecerá no Catar.

Olimpia e Libertad foram dois clubes que se posicionaram contra, o primeiro, pela ideia de campo neutro nas fases eliminatórias, e o segundo por um time com pior campanha na primeira fase poder acabar campeão.

Além de seguir a competição com o mesmo modelo, foi oficializada ontem a criação da Supercopa, que envolverá o campeão da Copa do Paraguai e o campeão do Torneio Apertura ou do Clausura que tiver feito mais pontos ao longo da temporada.

Outra novidade é a ampliação de quatro para cinco o número de estrangeiros por time entre os relacionados para cada partida. Já a obrigatoriedade de colocar um jogador sub-19, ao menos, no banco de reservas, passa a envolver um sub-23. EFE

Esporte