Topo

Ataque do Fluminense pode se esfacelar e fazer Diniz buscar soluções

MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC
Everaldo (dir) está no Corinthians e Luciano (esq) pediu para não completar o sétimo jogo pelo Fluminense Imagem: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC
do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

2019-06-17T04:00:00

17/06/2019 04h00

De solução a problema? Um dos ataques mais positivos na temporada dentre os times da Série A do Campeonato Brasileiro, com 60 gols, o Fluminense pode ver o setor se esfacelar e o técnico Fernando Diniz ter de buscar soluções para remontá-lo a fim de manter o desempenho no segundo semestre.

Everaldo, Yony González e Luciano fizeram, juntos, metade dos gols que o time tricolor tem na atual temporada. Hoje, Everaldo, que balançou a rede cinco vezes, está no Corinthians; Luciano, artilheiro do Fluminense no ano, com 15 gols, pediu para não completar o sétimo jogo no Campeonato Brasileiro e tem futuro incerto nas Laranjeiras; e Yony, que tem 10 gols e se recupera de lesão, não esconde a insatisfação com algumas dívidas e a abertura da janela de transferência gera apreensão à diretoria.

Há ainda a situação de Pedro, que estava com a seleção olímpica no Torneio de Toulon e retorna ao Fluminense durante a paralisação do Brasileiro. Apesar de estar à disposição de Diniz e poder ser nome importante neste segundo semestre, há sempre o risco de o camisa 9, que tem três gols em 2019, receber uma proposta do exterior - ano passado, segundo o empresário Márcio Giugni, que cuida da carreira do atacante, havia um acerto com o Real Madrid, da Espanha, antes dele ter uma grave lesão que o tirou dos gramados por oito meses.

Por outro lado, novos nomes chegaram ao elenco recentemente, como foram os casos de Kelvin e Brenner, além de Guilherme, que pode atuar tanto como meia quanto como ponta.

Houve também as promoções de jovens da base que jogam no setor, como Marcos Paulo e João Pedro. Este último, inclusive, tem nove gols em 16 partidas disputadas até o momento e se tornou um dos destaques do grupo.

"Ter, depois que fecharem as janelas, um time que vai permanecer com a gente vai nos dar cada vez mais padrão. Essa parada será muito bem-vinda para o Fluminense. Vamos ver se mais alguém vai sair de imediato para termos um time com menos mudanças possíveis até o final da temporada", apontou Diniz, após o duelo com a Chapecoense, na última quinta-feira.

Gols dos times da Série A em 2019

Atlético-MG - 64
Bahia - 64
Flamengo - 64
Fluminense - 60
Athletico-PR - 59
Cruzeiro - 59
Grêmio - 59
Santos - 55
Palmeiras - 53
Ceará - 50
Avaí - 48
Internacional - 47
Chapecoense - 46
Goias - 45
Vasco - 42
Corinthians - 41
Botafogo - 39
Fortaleza - 39
CSA - 32
São Paulo - 28

Mais Esporte