Topo

Cuca evolui, e SPFC mostra esperança por técnico antes do fim do Paulista

Rubens Chiri/saopaulofc.net
Cuca, novo técnico do São Paulo Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net
do UOL

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

2019-03-22T04:00:00

22/03/2019 04h00

A estreia de Cuca como treinador do São Paulo pode acontecer antes do esperado. Por questões médicas, o técnico havia indicado ao clube que só poderia iniciar a sua trajetória à frente do time a partir do dia 15 de abril ou do fim do Campeonato Paulista. Porém, com a evolução do seu caso, ficou aberta a possibilidade de ele já assumir o comando antes do término do estadual.

Nos próximos dias, Cuca deve consultar mais uma vez o médico cardiologista Constantino Constantini e repassar a avaliação para os integrantes do departamento de futebol tricolor. Um retorno antes do esperado em nada tem a ver com a situação do time na temporada. O fato de o treinador já ter participado de uma partida de futebol com amigos nos últimos dias e o seu estado de saúde contam a favor para que seja antecipado o seu retorno ao trabalho.

Caso o São Paulo seja eliminado pelo Ituano, pelas quartas de final do Paulistão, o treinador já deve iniciar o seu trabalho no dia seguinte. Afinal, o problema é o técnico ser exposto ao estresse habitual de um jogo, e, nesta hipótese, a primeira partida oficial do Tricolor seria somente na abertura do Brasileirão, a partir do dia 27 de abril. Caso avance, a tendência é que o time conte com o técnico a partir da primeira semana de abril.

Quando iniciar o trabalho no campo, Cuca não precisará passar por uma transição como auxiliar do interino Vagner Mancini. A ideia é ele já assumir a direção do time. Apesar de ainda não ter sentado no banco de reservas neste ano, Cuca mantém o contato próximo ao departamento de futebol do São Paulo.

Denilson: São Paulo precisa mudar de agora em diante

Jogo Aberto

Na última semana, por exemplo, ele esteve no CT da Barra Funda para conversar com o presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, com o executivo de futebol, Raí, e com o gerente executivo, Alexandre Pássaro. No mesmo dia, ele ainda encontrou Mancini e buscou mais informações sobre o time. Na ocasião, ele se mostrou empolgado para dirigir a equipe, apesar da crise no estadual.

Cuca já pediu algumas contratações, como as de Roger Guedes, Tchê Tchê e Keno. No entanto, ele está ciente de que só poderá trazer alguém caso o Tricolor paulista negocie integrantes do seu elenco. Até o momento, o clube está mais próximo de acertar com Pato e Calazans, do Fluminense.

Mais Esporte