PUBLICIDADE
Topo

Vovó do rap bomba no TikTok e seu ídolo Hungria reage: 'Quero te conhecer'

do UOL

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

05/07/2020 04h00

Dezeri Xavier tem 63 anos, mora na pequena cidade de Funilândia, em Minas Gerais, que tem menos de quatro mil habitantes. Se não fossem as redes sociais, talvez ela passasse despercebida, mas, graças a um vídeo postado em homenagem ao seu ídolo, o rapper Hungria, ela bombou no TikTok e viralizou nas redes.

O vídeo já está com mais de 2 milhões de curtidas na rede social!

@vovodorap

? som original - dezerixavierdezeri

"Tem uns seis anos já que curto as músicas do Hungria, gosto do rap dele. Tenho um sonho grande de conhecê-lo, disse ela, apontando motivos por gostar tanto do cantor:

"Nas letras, ele só fala coisa boa. A mãe dele é uma pedra de diamante para ele, a menininha dele também, ele gosta dos animais".

A mineira Dezeri Xavier, conhecida como a 'Vovó do rap', é fã de Hungria - Reprodulção/Instagram - Reprodulção/Instagram
A mineira Dezeri Xavier, conhecida como a 'Vovó do rap', é fã de Hungria
Imagem: Reprodulção/Instagram

O Hungria é demais, ele é meu ícone, meu ídolo, meu tudo. Ele nem sabe quem eu sou, mas eu adoro ele. Tenho fé e acredito que ele ainda vai me procurar ainda. A pessoa que é fã é desse jeito

"Made in Favela" é mesmo um sucesso. O clipe da música, lançado em abril, já tem mais de 23 milhões de visualizações no YouTube.

O UOL não é Luciano Huck, mas também ajuda a realizar sonhos, vejam só! A gente conseguiu uma mensagem exclusiva do Hungria especialmente para Dezeri! (Confira no vídeo que abre a matéria!) Agora ele já sabe quem você é, vovó!

Você é a prova de que a música não tem idade, não tem gênero, classe socil e nem cor. Quero te conhecer pessoalmente!

'Combino muito mais com os jovens'

Dezeri conta que sempre gostou de estar no meio dos jovens e não força para fazer a "moderninha". Ela aprendeu a mexer no TikTok com a ajuda da netinha, que tem 5 anos.

"Sou esse estilo, gosto de ficar no meio dos jovens, interagindo com eles. Só minha aparência é de velha, minha mente não. Combino muito mais com eles, gosto de cantar, dançar, farrear, sou desse tipo!".

Os filhos concordam e falam que consideram ela mais jovem que eles. "Os colegas deles querem conversar comigo, fazer pergunta. Minha menina que tem 21 anos, ela mesmo fala 'minha mãe é muito mais jovem que eu', ela gosta dessas músicas de rap'. Falam que tenho a mente aberta"

'Detalhes'

A vovó não está muito preocupada em um enquadramento bacana no vídeo, o que importa é cantar alguma música do seu ídolo. Que tal "Detalhes" na voz dela? "Respeita, caraí!"

Respeita Caraí o ícone hungria

Uma publicação compartilhada por Vovo? Do Rap (@dezerixavieroficial) em

E apesar de seu ritmo preferido ser o rap, Dezeri também curte sertanejo. Veja só, até Luan Santana compartilhou um vídeo dela cantando "Acordar o Prédio"

Se tem Baile do Dennis DJ, Dezeri também está dentro!

Top né o baile do dennys hehehe

Uma publicação compartilhada por Vovo? Do Rap (@dezerixavieroficial) em

Cigarros de palha

Mãe de seis filhos, Dezeri mora em uma casa alugada com o marido, com quem é casada há 44 anos, uma filha e a neta. A família sobrevive com a renda da venda de cigarros de palha e tira entre R$ 600 e R$ 800.

"Não sou aposentada, não tenho renda de nada, só esse cigarrinho de palha que a gente faz e vende muito pouco ainda mais com a pandemia. Antes até vendia mais cigarro, agora só vendo para um lugar, a moça pega uma ou duas vezes por mês os pacotinhos. Agora o governo está dando esse auxílio, mas fora isso não tem nada, só isso mesmo."

Blogueirinha?

Apesar das dificuldades, a vovó do rap, que ganhou centenas de netos nas redes sociais, não desanima, se mantém esperançosa e agora, com mais de 80 mil seguidores no Instagram, não descarta ganhar uma graninha extra como influencer.

"Não entrei nessa por esse motivo. Entrei de gaiato, nas brincadeiras minhas que tomaram uma proporção. Se rendesse uma graninha extra, quem não quer, né? Se fosse fazer uma propaganda do jeito que sei falar, seria bom. Eu preciso porque é difícil a vida da gente, além de não ter renda fixa, a gente ainda paga aluguel"

O marido tem problemas de saúde, com sequelas de uma trombose, toma remédios frequentes e não conseguiu se aposentar. Ele a ajuda com os cigarros de palha.

Tem que se virar nos 30, carrego a casa toda nas costas. Tudo é passado na minha cabeça, eu que tenho que ficar fazendo acontecer. A gente vai se virando. Eu falei num vídeo, se eu contar minha vida para o carroceiro, o burro chora. Deus me fez assim de ser alegre, mas minha vida não é fácil não

Enquanto esse dia de blogueira não chega, ela segue divertindo e dando conselhos de vovó "moderninha" que fala abertamente sobre sexo. Veja só!

Aqui o papo é reto

Uma publicação compartilhada por Vovo? Do Rap (@dezerixavieroficial) em

Estamos aguardando a próxima música, vovó!!

Salve salve meus netinhos do coração

Uma publicação compartilhada por Vovo? Do Rap (@dezerixavieroficial) em

Entretenimento