PUBLICIDADE
Topo

Zoe Caldwell, ícone do teatro e dubladora de 'Lilo & Stitch', morre aos 86

Zoe Caldwell em cena de "Tão Forte e Tão Perto" (2011) - Divulgação/IMDb
Zoe Caldwell em cena de 'Tão Forte e Tão Perto' (2011) Imagem: Divulgação/IMDb
do UOL

Do UOL, em São Paulo

19/02/2020 13h20

Resumo da notícia

  • Zoe Caldwell, ícone do teatro americano, morreu domingo aos 86 anos
  • Atriz ganhou quatro Tonys, incluindo por peça em que viveu diva da ópera Maria Callas
  • No cinema, ficou mais conhecida como voz da Grande Conselheira, de "Lilo & Stitch"

A atriz Zoe Caldwell, que venceu quatro estatuetas do Tony, a principal premiação do teatro norte-americano, morreu no último domingo aos 86 anos. O filho de Caldwell, Charlie, confirmou a notícia à Variety e revelou que a mãe lutava há anos contra o Mal de Parkinson.

Embora tenha aparecido ocasionalmente no cinema e na TV, Caldwell marcou época mesmo nos palcos. Ela venceu Tonys por "Slapstick Tragedy" (1966), "The Prime of Miss Jean Brodie" (1968), "Medea" (1982) e "Master Class" (1996), onde vivia a diva da ópera Maria Callas.

Natural de Melbourne, na Austrália, Caldwell se mudou para Londres (Reino Unido) aos 26 anos, em 1959, para se juntar à Royal Shakespeare Company. O pulo para o teatro americano veio na década seguinte.

No cinema, Cladwell era provavelmente mais conhecida como a voz da Grande Conselheira, personagem da animação "Lilo & Stitch" (2002). Ela reprisou o papel nas continuações para vídeo "Stitch!: O Filme" (2003) e "Leroy & Stitch" (2006), além de séries e curtas metragens.

Outras aparições de destaque da atriz foram em "A Rosa Púrpura do Cairo" (1985), "Reencarnação" (2004) e "Tão Forte e Tão Perto" (2011).

Caldwell foi casada com o produtor e diretor de teatro Robert Whitehead entre 1968 e 2002, quando ele morreu. Ela deixa dois filhos, Sam e Charlie Whitehead, além dos netos Ross e Ward.

Entretenimento