PUBLICIDADE
Topo

Homem que comeu banana de US$120 mil em exposição de arte diz "eu não lamento"

09/12/2019 20h06

Por Angela Moore

NOVA YORK (Reuters) - Um artista performático que comeu uma que banana estava colada em uma parede com um pedaço de fita adesiva como uma obra de arte avaliada em 120 mil dólares disse que sua ação não foi um ato de vandalismo e disse não se arrepender do lanche feito na Art Basel em Miami Beach, no estado da Flórida. 

"Eu decidi na parte da manhã. Mas eu não estava com tanta fome. Então esperei duas horas até ir à Basel para comer", disse o artista performático David Datuna, nascido na ex-república socialista da Geórgia, a jornalistas em Nova York na segunda-feira. 

A obra "Comedian" (Comediante), do artista Maurizio Cattelan --uma banana colada com fita adesiva na parede-- foi vendida por 120 mil dólares. 

Datuna estava junto do público que tirava selfies com a banana no último sábado e retirou a fita da banana e a comeu em um vídeo amplamente compartilhado nas redes sociais. 

"Primeiramente, eu respeito muito esse artista. Para mim, ele é um dos principais artistas no mundo", disse Datuna. "E eu acho que essa é a primeira vez na história que um artista come o conceito de um outro artista. As pessoas me perguntam: você comeu a banana? Fisicamente era uma banana, mas a banana é só uma ferramenta. Então eu comi o conceito da arte". 

Ele acrescentou que a obra estava gostosa.

"Então, novamente, não foi vandalismo. Foi uma performance para mim. E com certeza, eu não me arrependo", disse. "Eu chamei a performance de 'Artista com Fome'. Sim, pois eu estava com fome e a comi".

Entretenimento