Topo

Longe da política e com hit em novela, Netinho retoma carreira musical

Netinho retoma carreira musical com "Beijo Geladinho" em trilha de novela - Divulgação
Netinho retoma carreira musical com "Beijo Geladinho" em trilha de novela Imagem: Divulgação
Adriana de Barros

Adriana trabalha no UOL desde 2000, passou pelas rádios Mix FM, 97Rock e pela gravadora Sony Music.

do UOL

23/05/2019 18h01

A Globo também se rendeu ao revival do pagode 90. A novela "A Dona do Pedaço", que estreou essa semana no horário das 21h, aposta em nomes do gênero que conquistaram o topo das paradas há quase 30 anos.

Quem não esperava por isso, mas já colhe os frutos da exposição é o cantor Netinho de Paula. O ex-vocalista do Negritude Jr, banda que se destacou dentre tantas outras no boom do pagode, voltará aos palcos e pretende aproveitar ao máximo essa exposição.

A questão do samba na novela sinaliza uma tendência da reconquista do ritmo no mercado musical"

A regravação mais recente de sua música "Beijo Geladinho" anima o núcleo do Bixiga que reúne os personagens de Marco Nanini, Rosi Campos, Betty Faria, Tonico Pereira, Suely Franco e Ary Fontoura, que vivem no bairro paulistano.

A primeira versão de sua autoria e de Waguinho está no álbum "Deixa Acontecer", de 1994, do Negritude Jr.

A música tocou ontem e hoje tivemos 23 ligações para shows"

Capa do álbum "Netinho canta 30 anos de Negritude Jr" - Divulgação
Capa do álbum "Netinho canta 30 anos de Negritude Jr"
Imagem: Divulgação
Depois de tentativas sem sucesso de um reencontro com o Negritude, Netinho voltará aos palcos solo. O projeto "Netinho canta 30 anos de Negritude", gravado em 2017, no Auditório Araújo Vianna, em Porto Alegre, está disponível em todas plataformas de música e há uma conversa sobre parcerias com a gravadora Som Livre.

São 26 sucessos que marcaram a história do grupo com as participações de Mumuzinho, Sorriso Maroto, Turma do Pagode, Pixote, Anderson Molejo, Billy SP, Leandro Lehart, Salgadinho, Éder Miguel e Rodriguinho.

Beijo Geladinho em propaganda

Em conversa com a coluna, Netinho explicou que compôs a música enquanto assistia a um comercial de uma marca de sorvete.

Sempre fomos questionadores e pensamos: por que nunca tem negro nessas propagandas? Eles acham que negro não toma sorvete?"

Pensando nessa ausência, fizeram a canção tentando chamar atenção do mercado publicitário, o que jamais aconteceu. "Eles [agências] nunca deram bola, mas a música estourou mesmo assim. Nem a gravadora acreditou que poderia ser um sucesso que marcou uma geração", explicou.

Netinho, no entanto, acredita que hoje em dia tanto a publicidade como emissoras de TV estão mais atentas e abrem mais espaços aos negros em suas produções. "A gente vê esforço e preocupação em melhorar", concluiu.

Vida política

Em 2016, Netinho deixou definitivamente a política. Durante o período em que esteve como vereador de São Paulo ele ficou totalmente afastado da vida artística.

Hoje em dia, o cantor é muito consultado para falar sobre questões do movimento negro.

Partidariamente estou muito distante da política. Não estou afiliado a nenhum partido. Vivemos um momento muito nebuloso de pouca ideologia e muito ódio. Estou muito feliz que a música tem tomado muito tempo da minha vida"

Mais Entretenimento