PUBLICIDADE
Topo

O que emperrava a transferência de Cleiton do Atlético-MG para o Red Bull

do UOL

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

18/01/2020 04h00

Resumo da notícia

  • A venda de Cleiton para o Red Bull Bragantino chegou a ser descartada, mas ganhou novos capítulos
  • Antes, as exigências do estafe do goleiro desagradaram muito a diretoria do Atlético-MG
  • Além de receber comissão, os agentes do jovem queriam faturar com os 10% que detêm
  • A transação possível negociação está avaliada em 5 milhões de euros (R$ 23,2 milhões) por 70% dos direitos econômicos
  • O pedido do goleiro incomodou Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético. Ele já havia se acertado com Thiago Scuro, CEO do Red Bull Bragantino
  • O clube mineiro espera que o estafe abra mão de seu percentual e fique apenas com a comissão da transação

O goleiro Cleiton está perto de trocar o Atlético-MG pelo Red Bull Bragantino no mercado da bola. A negociação esteve praticamente descartada, mas ganhou novos contornos que reaproximaram as partes. As conversas serão retomadas na próxima semana e o martelo poderá ser batido, conforme informado pelo Globoesporte.com e confirmado pelo UOL Esporte.

Um pedido do atleta para disputar o Pré-Olímpico, foi o que fez a negociação esfriar na última quarta-feira (15). Além de receber comissão pelo negócio, avaliado em 5 milhões de euros (R$ 23,2 milhões) por 70% dos direitos econômicos, os agentes do jovem de 22 anos queriam faturar com os 10% que detêm.

O pedido dos empresários do goleiro incomodou Sérgio Sette Câmara, presidente do Atlético. Ele já havia se acertado com Thiago Scuro, CEO do Red Bull Bragantino, e esperava somente a posição dos agentes para selar a transferência em definitivo.

Com o intuito de ficar com o valor total da negociação e manter 20% dos direitos econômicos, visando uma futura venda, o clube mineiro esperava que o estafe abrisse mão de seu percentual e ficasse apenas com a comissão da transação, o que não ocorreu.

Cleiton está na seleção brasileira sub-23, que vai disputar o Pré-Olímpico na Colômbia a partir deste domingo (19) e chegou a sinalizar o desejo de se transferir. Ele teve uma reunião com os seus representantes durante o último fim de semana na Granja Comary, em Teresópolis, e esboçou o desejo de mudança para Bragança Paulista.

Mesmo com o desejo do atleta de se transferir, o estafe manteve a exigência, o que desagradou a diretoria do Atlético, que chegou a encerrar as negociações, agora reabertas.

Com contrato até dezembro de 2022, Cleiton é esperado para se apresentar na Cidade do Galo ao fim do Pré-Olímpico. Ele é visto como um jogador que disputará vaga de titular no time comandado pelo treinador Rafael Dudamel.

Esporte