Topo

Racismo e gestos nazistas marcam goleada da Inglaterra contra Bulgária

Torcedores búlgaros fazem gestos nazistas contra a Inglaterra - Reuters/Carl Recine
Torcedores búlgaros fazem gestos nazistas contra a Inglaterra Imagem: Reuters/Carl Recine
do UOL

Do UOL, em São Paulo

14/10/2019 17h49

A Inglaterra goleou a Bulgária, hoje (14), por 6 a 0 em duelo válido pelas eliminatórias da Eurocopa. A partida no Estádio Vasil Levski ficou marcada por racismo e gestos nazistas de torcedores búlgaros, o que fez o jogo ser interrompido duas vezes.

Um dos alvos dos torcedores foi o atacante Raheem Sterling. Já o zagueiro Tyrone Mings se queixou da torcida após dar um passe.

A primeira parada aconteceu quando a Inglaterra vencia por 2 a 0 e durou pouco menos de cinco minutos. O árbitro Ivan Bebek e o atacante Harry Kane conversaram. Na sequência, o sistema de som do estádio anunciou que a partida seria suspensa se os gritos da torcida continuassem.

Já a segunda parada aconteceu aos 43 minutos do primeiro tempo, quando o árbitro conversou com os dois técnicos e pouco depois reiniciou o jogo. O placar estava 3 a 0 para a Inglaterra.

No intervalo foi possível ver imagens de replay de torcedores búlgaros fazendo gestos nazistas e imitando macacos.

O capitão da Bulgária, Ivelin Popov, chegou a conversar com alguns torcedores nas arquibancadas.

Os dois times voltaram para o segundo tempo, que não teve mais interrupções. A Inglaterra marcou mais duas vezes e fechou a goleada por 6 a 0. Os gols do jogo foram anotados por Rashford, Barkley (duas vezes), Sterling (duas vezes) e Kane.

Esporte