Topo

Kubica anuncia que deixará Williams no final da temporada da Fórmula 1

O piloto Robert Kubica durante conversa com imprensa durante GP do Azerbaijão - Alexander Nemenov/AFP
O piloto Robert Kubica durante conversa com imprensa durante GP do Azerbaijão Imagem: Alexander Nemenov/AFP

19/09/2019 15h45

Por Abhsishek Takle

Robert Kubica deixará a Williams no final da atual temporada de Fórmula 1, decisão que provavelmente encerrará o retorno extraordinário do piloto polonês à modalidade após um acidente em um rali oito anos atrás.

O piloto, de 34 anos, voltou a correr nesta temporada depois de sofrer ferimentos quase fatais, incluindo uma amputação parcial do braço direito, em um rali de pouco destaque na Itália em 2011.

"Para poder avaliar outras oportunidades, tomei a decisão de que não continuarei com a Williams depois deste ano", disse ele a repórteres em uma coletiva de imprensa no Grande Prêmio de Cingapura.

"Exigiu muito tempo me recuperar e voltar ao esporte. Eu disse que este ano será um objetivo de continuar na F1... mas não a qualquer preço", acrescentou.

"Antes de tudo, tenho que fazer aquilo que me trará um pouco de alegria em correr. Esta temporada está sendo muito dura do ponto de vista do desempenho, mas também está sendo muito exigente. Voltar à Fórmula 1 depois de um longo tempo não é fácil".

A Williams está em último lugar no campeonato de construtores após 14 corridas. A equipe não tem um carro competitivo, e Kubica só marcou um ponto, na Alemanha, depois que pilotos à sua frente foram rebaixados devido a penalidades.

Vencedor de uma corrida com a hoje extinta BMW-Sauber no Canadá em 2008 e outrora visto como um campeão em potencial, ele continua sendo o único piloto polonês a ter competido no campeonato de F1.

Mais Esporte