Topo

Seleções de Bolívia e Peru fazem duelo decisivo para ambas no Maracanã

2019-06-17T14:10:00

17/06/2019 14h10

Rio de Janeiro, 17 jun (EFE).- As seleções boliviana e peruana fazem nesta terça-feira, às 18h30 (de Brasília), a segunda apresentação de ambas no grupo A da Copa América, em jogo que acontece no Maracanã, no Rio de Janeiro.

'La Verde' e 'Blanqirroja' buscarão a primeira vitória na competição, já que a primeira foi superada pelo Brasil por 3 a 0, no Morumbi, em São Paulo; e a segunda ficou no empate com a Venezuela em 0 a 0, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

O jogo não decidirá o destino para nenhuma das duas equipes, no entanto, a que sair de campo derrotada ficará em situação muito complicada, pois a Bolívia seguiria zerada na chave, e o Peru teria apenas teria apenas um ponto, faltando encarar os anfitriões.

Aliás, a partida no Maracanã interessa muito aos comandados por Tite, já que um empate permitirá que os pentacampeões mundiais assegurem o primeiro lugar do grupo A, com uma rodada de antecipação, com vitória sobre a Venezuela, às 21h30 (de Brasília), na Fonte Nova, em Salvador.

A grande missão da seleção treinada por Eduardo Villegas é encerrar nesta terça-feira uma sequência de seis derrotas consecutivas em Copa América. A última vitória aconteceu em 2015, sobre o Equador por 3 a 2, no Chile. O resultado, aliás, foi o único êxito de 'La Verde' no torneio desde 1997, quando foi vice-campeã.

Para o jogo na capital fluminense, a tendência é que a seleção boliviana utilize uma formação mais ofensiva, com relação a da estreia. O atacante Marcelo Moreno poderá um companheiro no setor ofensivo, com favoritismo para Ramiro Vaca, que ganharia a vaga de um dos homens de meio.

Além disso, pode haver uma mudança na lateral-direita, com Saúl Torres substituindo Diego Bejarano, jogador experiente, mas que teve desempenho abaixo do esperado na derrota para a seleção brasileira por 3 a 0.

A seleção peruana, embora tenha negado existir pressão para vencer a Bolívia, depois do empate com a Venezuela, caso não vença no Maracanã, ficará obrigado a ganhar dos pentacampeões mundiais na rodada final. O resultado seria necessário, ao menos, para ser uma das melhores terceiras colocadas da fase de grupos.

Para o jogo desta terça-feira, a única dúvida para o técnico argentino Ricardo Gareca é quanto a utilização de Christian Cueva, jogador que mais atuou desde a chegada do ex-Palmeiras e que levou pancada na cabeça durante a partida com a Venezuela.

Em Porto Alegre, o substituto do ex-Santos foi o meia-atacante Edison Flores, que surge como o principal favorito a integrar o 11 inicial da 'Blanqirroja'. Outras opções seriam ainda mais ofensivas, no caso, Andy Polo e André Carrillo.

Prováveis escalações:.

Bolívia: Lampe; Diego Bejarano (ou Torres), Haquin, Jusino e Marvin Bejarano; Justiniano, Saucedo, Castro (ou Ramiro Vaca), Chumacero e Saavedra; Marcelo Moreno. Técnico: Eduardo Villegas.

Peru: Gallese; Advíncula, Zambrano, Abram e Trauco; Tapia, Yotún, Cueva (ou Flores) e Gonzáles; Farfán e Guerrero. Técnico: Ricardo Gareca.

Árbitro: Roddy Zambrano (Equador), auxiliado pelos compatriotas Christian Lezcano e Byron Romero.

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro. EFE

Mais Esporte