Topo

Guerrero diz que Peru merecia vitória e vê 'obrigação' de vencer Bolívia

REUTERS/Henry Romero
Guerrero teve a grande chance do jogo, mas parou em Fariñez Imagem: REUTERS/Henry Romero
do UOL

Do UOL, em São Paulo (SP)

2019-06-15T18:35:30

15/06/2019 18h35

O Peru "esbarrou" no Árbitro de Vídeo (VAR. na sigla em inglês) e ficou no empate sem gols com a Venezuela hoje (15), na Arena Grêmio. O resultado da partida, que contou com dois gols peruanos bem anulados por impedimento pela tecnologia, deixou Paolo Guerrero chateado.

No entendimento do atacante, a sua seleção merecia sorte maior e vencer o confronto pelo grupo A da Copa América.

"Chateado com o resultado porque merecíamos vencer. Não encontramos bem o último passe, a última bola. Temos que continuar trabalhando, melhorar e corrigir os erros. Agora é pensar na Bolívia, que será muito difícil vencer. Somos obrigados a vencer a próxima partida", disse Guerrero ao "SporTV".

Na parte final da partida, o centroavante do Internacional teve a principal oportunidade para tirar o zero do placar. Ele, no entanto, bateu fraco e parou em Fariñez, que salvou em cima da linha. Antes, Gonzáles, ainda no primeiro tempo, e Farfán tiveram gols anulados por impedimento.

Agora, a seleção peruana enfrenta a Bolívia no Maracanã, às 18h30. A Venezuela faz a sua segunda partida no grupo A no mesmo dia, só que às 21h30, contra a seleção brasileira. O duelo irá acontecer na Fonte Nova, em Salvador.

Mais Esporte