PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

Nego Di critica Ludmilla por show: 'Há pouco tempo estava militando no BBB'

BBB 21: Nego Di critica artistas que fizeram show no Copacabana Palace - Instagram/@negodioficial
BBB 21: Nego Di critica artistas que fizeram show no Copacabana Palace Imagem: Instagram/@negodioficial
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/05/2021 09h25

Nego Di, ex-participante do "BBB 21" que foi eliminado com a segunda maior rejeição do reality show, criticou os artistas que fizeram show no Copacabana Palace durante a pandemia. Ludmilla, Mumuzinho, Gusttavo Lima, Dudu Nobre e Alexandre Pires cantaram para um público de 500 pessoas.

"A gente vê nesse momento como a vida ainda pode nos surpreender. Há pouco tempo a Ludmilla tava militando no 'Big Brother', pedindo respeito. Tá sempre militando nas redes sociais. Inclusive, há pouco, escreveu um texto criticando o governo por causa da vacina. E agora tava fazendo um show num hotel com aproximadamente 500 pessoas numa festa de um bicheiro", começou Nego Di.

"Aí eu fico pensando: imagina se essa galera que gosta de falar bonito, criticar todo mundo, tivesse uma câmera 24h e um microfone, porque sem isso as m*rdas que eles fazem já vazam, imagina se tivesse, né?", questionou. "Como isso, de certa forma, me dá um alívio de saber que essas pessoas também são imperfeitas".

"Eu acho que o único que se salva desses aí é o Gusttavo Lima. Eu não sou fã do Gusttavo Lima, mas é o único que não fica militando na internet, apontando o erro dos outros. Mas tá errado, não deixa de estar errado. Agora os outros ali, tem 'nego' que ficou bravo comigo por causa de piada, que deixou de me seguir, que falou mal de mim. Tem 'nego' que me usou pra ganhar seguidor", apontou Di.

"Mumuzinho é um cara que eu sempre admirei as músicas, o trabalho. Mas de uns tempos pra cá eu percebi que ele não perde a oportunidade de surfar onde tá dando. Ele não perdia a oportunidade de apontar os defeitos e erros de todo mundo que estava lá no 'BBB'. Eu ficava pensando: 'Será que ele tá precisando tanto dessa mídia?'. Eu cheguei a ficar preocupado. Pensei: 'Pô, será que o Mumuzinho tá passando dificuldade? Daqui a pouco ele tá na mesma situação do Fiuk, vou mandar um Pix pra ele, porque ele tem que estar em todas, falar sobre tudo'", alfinetou Di, debochando também do filho de Fábio Jr, seu colega de confinamento no reality show que constantemente se queixava de problemas financeiros.

E continuou, sobre Mumuzinho: "Show pra bicheiro no meio de uma pandemia pra mais de 500 pessoas. Um cara que pegou Covid, né? Foi um dos primeiros famosos que pegou Covid e fez uma 'fiasqueira' nas redes sociais, chegou a ficar no oxigênio, pediu oração. E agora tá aí, cagando. Já pegou, né? F*da-se".

"E a desculpa vai ser sempre a mesma: 'Todos estávamos testados, seguindo os protocolos de segurança, blablablá", menosprezou. "A reflexão que fica é que todo mundo erra, rapaziada. E quem se coloca diferente disso é muito hipócrita. Pode até não ter aparecido nada, mas uma hora aparece. Olha aí os 'alecrim', olha. Fazendo b*stinha. E julgando a galera lá de dentro do 'BBB', julgando até uma galera aqui de fora que não fez nem perto disso".

Errata: o texto foi atualizado
Nego Di teve a segunda maior rejeição da história do "BBB", e não a terceira. A informação foi corrigida no texto.

Entretenimento