PUBLICIDADE
Topo
Entretenimento

Entretenimento

Produtor musical de sertanejos é morto em BH; vizinhos são suspeitos

Testemunhas afirmaram à polícia que vizinhos atiraram contra Paulo Henrique Garcia de Castro - Reprodução/Arquivo Pessoal
Testemunhas afirmaram à polícia que vizinhos atiraram contra Paulo Henrique Garcia de Castro Imagem: Reprodução/Arquivo Pessoal
do UOL

Rodrigo Scapolatempore

Colaboração para o UOL, em Belo Horizonte

19/04/2021 17h23Atualizada em 19/04/2021 17h48

O produtor Paulo Henrique Garcia de Castro, conhecido como PH no meio sertanejo, foi baleado e morto na noite de ontem na porta de sua casa, em Santa Luzia, na Grande Belo Horizonte.

Segundo as autoridades, o homem, de 32 anos, foi atingido com disparos de uma arma de fogo no ombro, abdômen e virilha quando chegava na residência, no final da tarde. Testemunhas afirmaram que os autores foram três vizinhos da vítima, dois suspeitos têm 27 anos e um 52.

Segundo o cantor Rick, amigo do produtor, a namorada de PH o deixou perto de onde ele morava, com um trecho pequeno para ser feito a pé, que ele cumpriu até ser alvejado, "sem condições de fuga ou reação".

Parentes e alguns moradores do bairro estavam perto da cena do crime e tentaram prestar socorro ao produtor, que chegou a ser levado a uma unidade de saúde de Santa Luzia, mas não resistiu.

PH deixa quatro filhos.

Briga por lote

O UOL falou na tarde de hoje com o cantor Rick, da dupla "Rick e Nogueira", dois dos artistas que Paulo Henrique produzia.

O sertanejo disse que era amigo e parceiro de trabalho do rapaz há 15 anos e mencionou também a versão de que vizinhos seriam os autores do homicídio.

"Parece mesmo que foi por uma briga por uma questão de um lote com vizinhos. Não tinha nada a ver com a carreira dele na área musical. Fiquei sabendo que foi uma desavença, mas a gente desconhecia qualquer problema e foi pego de surpresa", disse.

Ao comentar a personalidade do colega, ele afirmou que PH era "da paz" e afirmou não saber como a possível briga "pode ter chegado tão longe".

"Além de produtor, ele também fazia nossa parte de relacionamento. Era um cara da paz. Não sei como essa discussão pode ter chegado tão longe", lamentou.

"É muito difícil para nós, são 15 anos, uma amizade com um cara ímpar, parceria grande. A gente fica sem ar", completou o cantor.

Investigações

No Boletim de Ocorrência, consta que um dos jovens de 27 anos chegou a ser detido após o crime.

Com ele, foram localizadas duas cartelas de munição 9 mm e uma espécie de taco de madeira que, segundo relatos, já teria sido usado para ameaçar PH.

Em nota, a Polícia Civil contou ainda que deslocou a perícia técnica para o local dos fatos e realizou os primeiros levantamentos.

"Um dos suspeitos foi conduzido à Delegacia de Plantão, onde foi ouvido e liberado. A investigação segue em andamento para confirmação das circunstâncias do crime, além de identificar outros possíveis envolvidos", completa o comunicado.

Segundo Rick, por conta da pandemia, o velório e enterro serão restritos e ainda não há confirmação de data e local.

Entretenimento