PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Noah Cyrus se desculpa por fala racista usada para defender Harry Styles

Noah Cyrus é a irmã mais nova da cantora Miley Cyrus - Reprodução/Instagram
Noah Cyrus é a irmã mais nova da cantora Miley Cyrus Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/12/2020 08h21

Noah Cyrus apareceu nas redes sociais para se desculpar após usar palavras de cunho racista para defender Harry Styles de críticas da escritora conservadora Candace Owens, após posar de vestido para a capa da Vogue.

"Estou mortificada por ter usado um termo sem conhecer o contexto e a história, mas agora sei e estou horrorizada e realmente arrependida. Eu nunca vou usar isso de novo. Obrigado por me ensinar", publicou em um post no Instagram Story na noite de ontem.

Declaração de Noah Cyrus - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Declaração de Noah Cyrus
Imagem: Reprodução/Instagram

A crítica de Candace Owens, rebatida pela irmã de Miley Cyrus, aconteceu no Twitter. "Não há sociedade que possa sobreviver sem homens fortes. O Oriente sabe disso. No Ocidente, a feminização constante de nossos homens ao mesmo tempo em que o marxismo está sendo ensinado aos nossos filhos não é uma coincidência. É um ataque direto. Tragam de volta os homens viris."

Noah, de 20 anos, tuitou as fotos do cantor Harry Styles e ressaltou: "Ele usa este vestido melhor do que qualquer uma de vocês, sua 'nappy heauxz", algo que causou polêmica.

De acordo com o portal NPR, "a origem provável do termo é a palavra 'nap', que era usada para descrever os fios crespos que se erguiam de um pedaço de tecido. "Especula-se muito que o 'nap' foi redefinido como uma palavra depreciativa para os cabelos dos escravos africanos."

"Qualquer um dos liberais acordados se preocupa em me explicar como @noahcyrus me chamar de 'nappy a- hoe' não é racista? Sou toda ouvidos. Vocês adoram a cultura do cancelamento. @MileyCyrus venha buscar sua irmã!", apontou Candace.

Entretenimento