PUBLICIDADE
Topo

Entretenimento

Ministério Público oferece denúncia contra ex-BBB Felipe Prior por estupro

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Felipe Pinheiro, Renata Nogueira e Fefito

Do UOL, em São Paulo

06/08/2020 18h24Atualizada em 06/08/2020 23h30

O Ministério Público de São Paulo denunciou hoje (6) Felipe Prior, ex-participante do BBB deste ano, por dois estupros e tentativa de estupro. A ação vem dois dias depois da 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) concluir o inquérito sem indiciá-lo.

O arquiteto foi acusado de estupro por duas mulheres e de tentativa de estupro por uma terceira, todas sob condição de anonimato. Os casos foram divulgados pela revista "Marie Claire" em abril.

Procurada pelo UOL, a defesa de Felipe Prior enviou uma nota assinada pela advogada Carolina Pugliese:

No inquérito policial foram produzidas provas robustas que levaram a Autoridade Policial a concluir pela inocência de Felipe Prior. Foi demonstrado, cabalmente, que Felipe não cometeu crime de violência sexual nem qualquer outro crime. Acreditamos, firmemente, que a justiça prevalecerá e o Poder Judiciário chegará a essa mesma conclusão, afirmando a inocência de Felipe Prior e sepultando, de uma vez por todas, essas injustas e infundadas acusações.

Entendas acusações

Segundo a reportagem da "Marie Claire", a primeira vítima contou ter sido estuprada por Prior em agosto de 2014, após uma festa da faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (Universidade de São Paulo). Naquela época, Prior era estudante de arquitetura na Universidade Presbiteriana Mackenzie.

A segunda mulher relata ter conseguido se desvencilhar de uma tentativa de estupro em 2016, durante os jogos universitários.

O terceiro caso é de 2018, e teria acontecido também durante os jogos universitários. Prior teria chamado uma mulher, hoje com 23 anos, para entrar em sua barraca. Os dois teriam começado a ter relação sexual consentida, mas ela teria pedido para parar quando ele, então, teria começado a agir de maneira excessivamente violenta.

O que diz Felipe Prior

À época que as acusações vieram à tona, Felipe Prior se manifestou publicamente por meio de um vídeo divulgado nas redes sociais.

Estou muito chateado mesmo, muito chateado. Desconheço de todos os fatos apresentados. Nunca cometi nenhuma violência sexual contra ninguém. Sou inocente, sou inocente. E o que me deixa mais chateado é saber que depois que entrei na casa, as pessoas apresentaram denúncias pesadas contra mim. Os meus advogados estão tomando todas as providências

Procuradas pelo UOL, Juliana de Almeira Valente e Maira Machado Frota Pinheiro, advogadas das vítimas, enviaram o seguinte comunicado:

O oferecimento da denúncia contra Felipe Prior demonstra a consistência das provas do caso, apesar das tentativas de desacreditar as acusações e as vítimas. Reforça a confiança de que o caso chegará a um desfecho com o mínimo de Justiça, apesar das marcas que estarão para sempre com toda as mulheres que sofreram abuso. Lutamos neste momento, não só para que um abusador seja responsabilizado, mas para que no futuro mulheres possam denunciar agressões sem serem atacadas, revitimizadas e desacreditadas pela sociedade e até por estruturas de Estado criadas para acolhê-las.

Prior em A Fazenda?

É grande a expectativa de que Felipe Prior esteja no elenco da próxima edição de "A Fazenda", que estreia em setembro.

Segundo Fefito, colunista do UOL, Najila Trindade, Tati Minerato, MC Mirella, Cristiane Maravilha, JP Gadelha, Jakelyne Oliveira, Stefany Bays e MC Krawk e Jojo Todynho também participarão do reality da Record.

Embora tenham sido convidados, Felipe Prior e Najila Trindade dependem da Justiça para terem as participações confirmadas. Isso porque, também de acordo com Fefito, ambos precisam esperar o desfecho ou pausa nos casos em que estão envolvidos.

Ao todo 20 peões ficarão confinados nas gravações em Itapecerica da Serra, interior de São Paulo.

*Colaborou o colunista Fefito

Entretenimento