Topo

Próxima das nove repete erro de "A Dona do Pedaço": excesso de personagens

Regina Casé, como Lurdes, será uma das protagonistas de "Amor de Mãe" - Reprodução/Instagram
Regina Casé, como Lurdes, será uma das protagonistas de "Amor de Mãe" Imagem: Reprodução/Instagram
Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. colunaflavioricco@uol.com.br

do UOL

Colunista do UOL*

11/11/2019 00h05

Resumo da notícia

  • "Amor de Mãe" é a primeira novela de Manuela Dias na faixa das 21h
  • A exemplo de "A Dona do Pedaço" terá excesso de personagens
  • Produção marca a volta de Regina Casé às novelas

"Amor de Mãe" vem aí como primeiro trabalho da autora Manuela Dias na faixa das 21h da Globo e irá substituir "A Dona do Pedaço" no principal horário de novelas a partir deste mês.

Importante, a produção marca a volta de Regina Casé às novelas. O último em que trabalhou do início ao fim foi "As Filhas da Mãe", em 2001. Na sequência, apenas participações, em "Ciranda de Pedra" (2008) e "Cheias de Charme" (2012).

Dia desses, por aqui se falou do desperdício constatado e provado na novela de Walcyr Carrasco, que não teve como aproveitar convenientemente talentos na altura de Marco Nanini, Tônico Pereira e Rosamaria Murtinho, além de outros tantos.

Pois bem, o elenco anunciado para "Amor de Mãe" é composto por 70 atores, distribuídos em 9 diferentes núcleos. Será que a mesma história não irá se repetir?

Ainda a propósito de "A Dona do Pedaço", além de todos os nomes citados e injustiças cometidas, o caso da Rosi Campos foi o mais grave.

Há quem nem se lembre de que ela foi escalada para o papel de Dorotéia. Um desperdício.

*Colaborou José Carlos Nery

Entretenimento