Topo

Grêmio supera pênalti perdido de Tardelli, vence Athletico e encerra jejum

do UOL

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

24/08/2019 18h53

O Grêmio voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Hoje (24), o time de Renato Gaúcho fez 2 a 1 no Athletico, em Porto Alegre, e encerrou jejum que já durava cinco rodadas. O resultado poderia ter sido mais tranquilo, mas Diego Tardelli perdeu pênalti no segundo tempo.

Luan e Thaciano fizeram os gols do Grêmio. Rony marcou para o Athletico.

A última vitória do Grêmio havia sido em cima do Vasco, na 10ª rodada do Brasileirão. De lá para cá, sem repetir a escalação, o clube gremista empatou quatro partidas (Internacional, CSA, Chapecoense e Palmeiras) e perdeu para o Flamengo, no Rio de Janeiro.

Na próxima rodada, o Grêmio visita o São Paulo e o Athletico recebe o Ceará. As duas partidas acontecem no sábado (31), mas o duelo de tricolores será às 11h (horário de Brasília) e o jogo em Curitiba às 19h.

O Grêmio entra em campo antes. Na terça-feira, o time gaúcho encara o Palmeiras na segunda partida das quartas de final da Libertadores. O confronto será no estádio do Pacaembu, às 21h30 (de Brasília). A equipe de Renato Gaúcho perdeu em casa e precisa vencer em São Paulo.

Quem foi bem: Julio César e Thaciano

Goleiro fez três grandes defesas e ajudou o Grêmio a vencer a partida. Meia deu assistência para o gol de Luan e marcou de cabeça, na etapa final, sendo ainda mais decisivo no placar.

Quem decepcionou: Diego Tardelli

Camisa 9 começou a jogada do primeiro gol da partida, mas oscilou ao longo do jogo. Pior que isso. No segundo tempo, pediu para cobrar pênalti sofrido por Patrick e bateu fraco. Viu Santos segurar firme a penalidade.

Luan supera Renato e se incomoda com repórter

O camisa 7 do Grêmio foi um dos nomes do jogo. Logo aos três minutos de partida, Luan mostrou oportunismo para não desistir e aproveitar erro da defesa do Athletico e marcar. No intervalo, contudo, o meia-atacante protagonizou cena sem a bola. Ao ser indagado sobre a marca de 75 gols, que supera o histórico de gols de Renato Gaúcho no clube, Luan se mostrou incomodado com o repórter Julio Cesar Santos, da RBS TV e que atuou no globoesporte.com.

Grêmio joga diferente com reservas

A escalação com Luciano, Luan, Pepê e Diego Tardelli não veio acompanhada de uma atuação dominadora. O Grêmio recuou linhas, abriu mão da posse de bola e investiu na transição rápida para atacar o Athletico. O início teve pressão na defesa do time adversário, mas depois esse princípio deu lugar a postura mais reativa.

Athletico pressiona, mas falha atrás

O time cheio de mudanças não impediu que o Athletico fizesse um jogo dentro de seu modelo. O problema é que a atuação não foi equilibrada. O ataque conseguiu deixar o Grêmio em situação rara: pressionada em casa o tempo todo. Mas a defesa errou no começo do duelo e depois voltou a demonstrar falta de atenção. O preço pago foi alto.

Cronologia do jogo

Luan finalizou na saída de Santos e botou o Grêmio em vantagem aos três minutos de jogo. Rony empatou para o Athletico com dois minutos de segundo tempo; Thaciano fez 2 a 1 para o Grêmio aos sete minutos da etapa final. Diego Tardelli, aos 28 minutos do segundo tempo, desperdiçou pênalti.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X ATHLETICO

Data e hora: 24/08/2019 (Sábado), às 17h (Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 12.748 pessoas (10.788 pagantes)
Renda: R$ 355.594,00
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Corrêa e Carlos Henrique Alves Lima (ambos do RJ)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes Sá (RJ)
Cartões amarelos: Rômulo, Luciano, Juninho Capixaba (GRE);
Gols: Luan, aos três minutos do primeiro tempo (GRE); Rony, aos dois minutos do segundo tempo (CAP); Thaciano, aos sete minutos do segundo tempo (GRE)

GRÊMIO: Julio César; Rafael Galhardo, Paulo Miranda, David Braz e Juninho Capixaba; Rômulo, Thaciano, Luciano (Patrick), Luan (Darlan), Pepê; Diego Tardelli (Michel)
Técnico: Renato Gaúcho

ATHLETICO: Santos; Khellven, Lucas Halter, Leo Pereira e Márcio Azevedo (Abner); Bruno Guimarães, Wellington (Tomás Andrade), Leo Cittadini, Vitinho (Romero), Marcelo Cirino e Rony
Técnico: Tiago Nunes

Mais Esporte