Topo

Diego Alves celebra pênaltis defendidos contra o Vasco: "Saí com orgulho"

Um dos pênaltis defendidos por Diego Alves no Flamengo foi contra o Emelec, na Libertadores - Alexandre Vidal e Marcelo Cortes/Flamengo
Um dos pênaltis defendidos por Diego Alves no Flamengo foi contra o Emelec, na Libertadores Imagem: Alexandre Vidal e Marcelo Cortes/Flamengo
do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

17/08/2019 21h52

No clássico com o Vasco, hoje (17), no Mané Garrincha, Diego Alves conseguiu algo que, até então, só tinha feito uma vez na carreira: pegou dois pênaltis no mesmo jogo. Agora, com a camisa rubro-negra, o goleiro chegou a oito defesas em penalidades e ajudou na goleada por 4 a 1 sobre o rival, pelo Campeonato Brasileiro.

Na primeira cobrança, Pikachu bateu no canto esquerdo do camisa 1, que conseguiu pegar e mandar para escanteio - após a cobrança, Castan conseguiu balançar a rede, de cabeça. Na segunda, foi a vez de Bruno César, que bateu forte no meio e Diego Alves conseguiu, com a mão direita, evitar o gol. O lance seguiu e, no contra-ataque, Bruno Henrique foi derrubado na área, falta assinalada pela arbitragem.

"Segunda vez que acontece de defender [dois pênaltis no mesmo jogo]. Uma foi no Valencia, contra o Atlético de Madrid. Tento encarar isso com naturalidade. É uma coisa diferente. A torcida quer que pegue todos os pênaltis, mas é difícil. Quando se ajuda o time, a gente sai com orgulho do campo", disse.

A boa atuação acontece 13 dias depois de o goleiro ter sido bastante criticado pela torcida. Após a derrota por 3 a 0 para o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro, Diego Alves foi alvo da revolta dos rubro-negros, que chagaram a pedir que ele perdesse a vaga para Cesar.

Diego Alves acertou com o Flamengo no meio de 2017 e chegou à Gávea com a fama de "pegador de pênalti", status conquistado na Europa, principalmente após ter defendido cobranças de nomes como Messi e Cristiano Ronaldo.

Mais Esporte