Topo

Algoz de Sheymon no UFC narra reencontro com pai preso por 17 anos

Ag. Fight

15/07/2019 14h29

Após nocautear Sheymon Moraes no UFC Sacramento, Andre Fili revelou que seu pai, que havia acabado de cumprir 17 anos de prisão, compareceu ao evento desse sábado (13) para vê-lo lutar. Deste modo, o peso-pena (66 kg) americano ressaltou que o único resultado que importava para ele era a vitória, uma vez que perder na frente dos seus familiares não era uma opção.

Em conversa com a imprensa após o evento, que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight, Fili, que mora na cidade californiana de Sacramento (EUA), afirmou que não havia possibilidade de Sheymon vencê-lo em casa. Assim, o atleta utilizou o apoio dos amigos e familiares como um combustível a mais para o combate, vencido pelo americano por nocaute ainda no primeiro round.

"Meu pai acabou de sair da prisão. Eu não o via há 17 anos e o vi pela primeira vez na noite passada. Ele está aqui na luta hoje e se ele (Sheymon) achava que iria me vencer na frente do meu pai, estava enganado. Se achava que ia me vencer na frente das minhas irmãzinhas, estava enganado. (...) Você não vai fazer isso. Não vai acontecer. Não em Sacramento. Não em qualquer lugar, mas com certeza não em Sacramento", apontou.

Aos 29 anos, Fili alcançou a segunda vitória consecutiva no UFC com o triunfo sobre Sheymon. Com isso, chegou à marca de 20 triunfos em 26 lutas como lutador profissional de MMA. Já o brasileiro amargou a terceira derrota em cinco lutas pelo Ultimate e corre o risco de demissão em caso de novo revés.

Mais Esporte