Topo

Auxiliar de Abel diz que gol no fim do primeiro tempo abalou Flamengo

Alexandre Vidal / Flamengo
Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo
do UOL

Do UOL, no Rio de Janeiro

2019-04-25T00:35:35

25/04/2019 00h35

Auxiliar de Abel Braga, Leomir comandou o time e concedeu entrevista após a derrota por 2 a 1 para a LDU nesta quarta-feira, no Equador. Segundo ele, o Flamengo poderia ter conseguido resultado melhor, mas o gol sofrido no fim do primeiro tempo abalou a equipe.

Após abrir o placar com Bruno Henrique, o Flamengo sofreu o empate no último lance do primeiro tempo. No segundo tempo, foi dominado e levou a virada.

"No começo do jogo a gente ficou um pouco atrás. Como a LDU começou a pressionar muito a gente foi para trás. Mas mesmo assim conseguimos fazer o gol, saímos na frente, tivemos oportunidade no final do primeiro tempo com o Everton, a bola na trave, e acabamos tomando o gol no final que não estava nos nossos planos, que era terminar o primeiro tempo pelo menos com 1 a 0. Isso realmente prejudicou um pouco", disse Leomir.

Rodrigo Caio reclama de campo

Quem também participou da coletiva foi Rodrigo Caio, eleito o melhor do Flamengo em campo. O zagueiro reclamou da condição do campo, que aparentava estar fofo e impedia o quique normal da bola. Segundo ele, foi por isso que o time levou o primeiro gol.

"Já esperávamos uma pressão muito forte. Conseguimos um gol, conseguimos segurá-los, mas acabamos tomando um gol em uma bobeira nossa. Claro que o campo ali nos prejudicou um pouco, em um campo normal a bola bateria na mão do Diego Alves. Mas não é desculpa, foi desatenção nossa", disse o zagueiro.

"A gente voltou para o segundo tempo forte, tivemos algumas oportunidades, não claras, mas tivemos, e acabamos tomando o segundo gol. E aí ficou bastante difícil para nós. Temos que levantar a cabeça, temos mais um jogo importante contra o Peñarol fora de casa e precisamos ter o máximo de atenção para que a gente possa se classificar", completou Rodrigo Caio.

Com a derrota, o Flamengo se mantém com 9 pontos e viu a situação se complicar na fase de grupos. Isso porque o time, agora, precisa empatar com o Peñarol, também com 9, em Montevidéu. O problema é que a LDU, com 7, recebe o lanterna San José-BOL, com 4, novamente em Quito.

Em caso de empate entre Flamengo e Peñarol, e uma vitória da LDU sobre o San José e os três primeiros colocados estarão empatados com 10 pontos. O Rubro-negro leva a melhor nos critérios de desempate e é justamente por isso que joga pelo resultado igual em Montevidéu. Os uruguaios têm vantagem de dois gols de saldo em relação aos equatorianos.

Mais Esporte