Topo

Universidade de Tóquio quer receber atletas norte-coreanos nas Olimpíadas

2019-02-19T04:13:00

19/02/2019 04h13

Tóquio, 19 fev (EFE).- Uma universidade de Tóquio se ofereceu para alojar os atletas norte-coreanos e deixar suas instalações a disposição para treinamentos da delegação, caso participem dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020, que serão disputados na capital do Japão, confirmou nesta terça-feira à Agência Efe uma porta-voz da instituição.

A Universidade de Ciências do Esporte do Japão, com campus em Tóquio e Yokohama, tem experiência em intercâmbios esportivos com a Coreia do Norte (enviou equipes de vários esportes para Pyongyang em quatro ocasiões) e estaria disposta a receber os atletas como parte dessa cooperação, explicou.

A disposição de receber os atletas norte-coreanos transpareceu, apesar do fato de ainda não se saber se o país vizinho, com o qual o Japão não mantém relações diplomáticas, participará dos Jogos Olímpicos, uma decisão que está nas mãos do Comitê Olímpico Internacional (COI).

No último dia 15, as duas Coreias solicitaram ao COI que estude a participação na fase de classificação para Tóquio 2020 de equipes unificadas em quatro modalidades esportivas: basquete feminino e hóquei, teste misto de judô e seis categorias de remo, uma proposta que a entidade esteja disposta a estudar com as federações envolvidas.

Alem do fato de que a aprovação neste sentido ainda está pendente, a participação conjunta nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio estará sujeita, em todo caso, ao sucesso dessas equipes nas correspondentes fases de qualificação.

Se for confirmada a participação norte-coreana, a acomodação e o uso de centros de treinamento para os Jogos é uma questão que essas instalações negociam com o comitê olímpico nacional em questão. EFE

Mais Esporte